Banca de DEFESA: ANDRESSA FERREIRA RAMALHO LEITE

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANDRESSA FERREIRA RAMALHO LEITE
DATA : 08/02/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Google Meet: https://meet.google.com/uof-jmec-xib
TÍTULO:

PRECIFICAÇÃO E ECOINOVAÇÕES EM HOSPEDAGEM: PROPOSIÇÃO DE UM INSTRUMENTO DE ANÁLISE


PALAVRAS-CHAVES:

Hospedagem; Precificação; Ecoinovação.


PÁGINAS: 140
RESUMO:

O turismo mobiliza, mundialmente, setores produtivos de bens e serviços requerendo o trabalho de inúmeras categorias. O setor de meios de hospedagem é considerado um desses segmentos basilares do turismo, visto que, agregado ao segmento de transportes e aos atrativos turísticos, constitui o que se compreende por produto turístico. No framework da acirrada concorrência e do livre mercado, com o surgimento de novos arranjos e modelos de negócios, a importância do preço para o segmento de hospedagem traz desafios a serem superados, diariamente, por gestores. Estes desafios perpassam as funcionalidades de um organograma hoteleiro, e permeiam espaços ainda não estruturados, mas de suma importância para a lucratividade, e a médio prazo, para a rentabilidade de uma empresa. Neste cenário contemporâneo, o presente trabalho tem como objetivo central, identificar os indicadores das estratégias de precificação ecoinovadoras adotadas por meios de hospedagem, de médio e grande porte, no intuito de propor a formulação de um instrumento de análise. Tem-se como objetivos específicos: a) Identificar as principais estratégias de precificação em meios de hospedagem, a partir de um levantamento na literatura existente; b) Correlacionar as estratégias de precificação existentes com as práticas ambientais e ecoinovações desenvolvidas em hospedagem; c) Propor um instrumento de análise para a identificação das estratégias de precificação e ecoinovações em meios de hospedagem. Os pressupostos metodológicos aplicados a esse trabalho se apresentam, de natureza descritiva, a partir de uma revisão histórico-conceitual da temática, e de natureza exploratória a partir da pesquisa de um novo fato, acontecimento ou prática, como a inter-relação dos sistemas de gestão ambiental (SGA) e a competitividade entre os meios de hospedagem pesquisados. O estudo adota também, a postura epistemológica interpretativista, pois visa obter uma compreensão profunda dos temas estudados, elencando para tanto, uma abordagem quanto-qualitativa de dados. Neste viés e para maior confiabilidade da pesquisa, foi aplicado um teste-piloto entre hoteleiros no município de Natal-RN, antecedendo a etapa final de coleta, onde 61 respondentes em âmbito nacional participaram da pesquisaNesta etapa, foi utilizada a Análise fatorial dos dados, com validação das escalas a partir do cálculo do coeficiente Alpha de Cronbach entre os indicadores propostos. Para se considerar as variáveis mais importantes na análise dos fatores, foi utilizado o teste de esfericidade de Bartlett e a Medida de adequacidade da amostra – KMO. Para a rotação dessas cargas fatoriais foi escolhido o método Varimax, por apresentar maior potencial de interpretabilidade. Os resultados desse estudo apontam que, as ecoinovações aparecem no atual contexto sustentável (triple bottom line) em conjectura com a redução dos custos e construção da imagem das empresas de hospedagem, emergindo assim, como uma das estratégias de precificação. Sete fatores foram identificados com cargas fatoriais mais elevadas, explicando com isso 71,97% das somas cumulativas de extração de carregamentos ao quadrado.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1298904 - CARLOS ALBERTO FREIRE MEDEIROS
Interna - 2568265 - LEILIANNE MICHELLE TRINDADE DA SILVA BARRETO
Interno - 2001718 - LUIZ AUGUSTO MACHADO MENDES FILHO
Interno - 1160199 - SERGIO MARQUES JUNIOR
Externo à Instituição - KLEBER ABREU SOUSA - UFT
Externa à Instituição - JULIANA VIEIRA DE ALMEIDA - IFRN
Notícia cadastrada em: 04/12/2020 14:02
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao