Banca de DEFESA: MARCELO CHIARELLI MILITO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARCELO CHIARELLI MILITO
DATA : 29/05/2020
HORA: 14:30
LOCAL: https://conferenciaweb.rnp.br/events/defesa-tese-marcelo-milito
TÍTULO:

RELAÇÃO ENTRE TURISMO E HOSPITALIDADE NA COMPOSIÇÂO DA REDE DE AVALIAÇÔES DA EXPERIÊNCIA TURÍSTICA


PALAVRAS-CHAVES:

Turismo. Hospitalidade. Avaliações. Redes.


PÁGINAS: 170
RESUMO:

A presente tese objetiva analisar a relação da hospitalidade na composição da rede de avaliações da experiência turística. Os estudos e publicações científicas que tentam consolidar as bases da influência da hospitalidade na avaliação do turista não encontram ponto pacífico. A hospitalidade, como variável de constante medição teórica e empírica, contrasta com a não consolidação de uma dimensão isolada. Aparece como transversal entre fatores específicos (como “qualidade da experiência”, “atrativo turístico” e “ambiente”), dimensões (como “afetiva”, “cognitiva” e “conativa”), tipos de variáveis (como “acolhimento”, “receptividade”, “residentes amigáveis” e “atendimento local”) e até por natureza do objeto de estudo (como mensurável ou abstrato). Frente aos embates teóricos e uso empírico da relação hospitalidade/turismo, pode-se considerar esse como um axioma da turismologia por desvendar. Trafega-se por ícones teóricos do turismo (Fuster, Jafari, Hall, Bispo e Beni, entre outros), da hospitalidade (Selwyn, Lashley, Camargo, Castelli e Almeida, entre outros) e da teoria do intercambio social (Simmel, Mauss, Weber, Homans e Blau, entre outros), base psicossociologica predominante que sustenta os estudos da percepção de turistas e residentes. O caminho investigativo proposto segue a análise dos bancos de dados das pesquisas de demanda turística provenientes das instituições oficiais de turismo, aqui utilizado a pesquisa de demanda turística do Instituto de Pesquisa do Comerciário da Federação do Comércio, com 1937 questionários aplicado no Rio Grande do Norte nos períodos de alta estação nos anos de 2018 e 2019. O método de análise foi o Correlation Network Analysis (CNA), técnica que permite identificar a composição em rede de um conjunto de variáveis independente das lacunas no banco de dados, comum nas avaliações da experiência turísticas em um destino. Na combinação dos softwares UCINET e SPSS, buscou-se as formas, centralidade e correlações significativas das variáveis de hospitalidade na composição da rede de avaliação da experiência turística. Como resultado, observou-se que a rede de avaliações turísticas apresentou alta densidade, principalmente nos aspectos da avaliação do destino.  As variáveis centrais do estudo Hospitalidade Comercial e Social mostraram-se interrelacionadas, sendo que a hospitalidade comercial se configurou na centralidade da rede e a hospitalidade social na periferia da rede, indicativo que a hospitalidade comercial apresenta significativo maior grau de influência na rede se comparada a hospitalidade social.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1160199 - SERGIO MARQUES JUNIOR
Interno - 2001718 - LUIZ AUGUSTO MACHADO MENDES FILHO
Interno - 1149626 - MAURO LEMUEL DE OLIVEIRA ALEXANDRE
Externa à Instituição - JULIANA VIEIRA DE ALMEIDA - IFRN
Externo à Instituição - MARCIO MARREIRO DAS CHAGAS - IFRN
Externa à Instituição - MARLI DE FATIMA FERRAZ DA SILVA TACCONI - IFRN
Notícia cadastrada em: 22/05/2020 14:04
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao