Banca de DEFESA: JACKSON DE SOUZA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JACKSON DE SOUZA
DATA : 25/05/2017
HORA: 15:30
LOCAL: Auditório do NEPSA II
TÍTULO:

Avaliando a eficácia da promoção de destinos turísticos: Uma abordagem no estado de Sergipe


PALAVRAS-CHAVES:

Promoção turística; Eficácia promocional; Organizações de Marketing de Destinos; Modelo DAR; Sergipe.


PÁGINAS: 135
RESUMO:
Dentre os inúmeros fatores inerentes aos países para seu desenvolvimento turístico, marketing configura-se como fator desafiador para criar marcas para seus destinos. A execução do marketing de um destino é normalmente desenvolvida por empresas, conhecidas na literatura como Destination Marketing Organizations (DMOs), e um dos trabalhos que são realizados por elas consiste na avaliação da eficácia da promoção turística empreendida. O presente estudo centrou-se na avaliação da eficácia da promoção turística do estado de Sergipe, especialmente pelo fato de o estado ser um destino em consolidação no turismo nacional, mas que nos últimos anos vem sofrendo um decréscimo nos investimentos em promoção devido a fatores políticos e econômicos. Para tanto, nesta pesquisa, caracterizada como descritiva e exploratória, com abordagem quantitativa, foi utilizado o modelo mais recente referente à esta temática: o Destination Advertising Response (DAR) Model, concebido com a finalidade de transmitir dados mais precisos sobre a eficácia de campanhas promocionais através do planejamento de viagem e gastos realizados pelos visitantes em seis facetas: passagens, hospedagem, atrativos, refeições, eventos e compras. Foram coletados 384 questionários (amostra representativa) e, através de estatísticas descritivas, foi possível traçar o perfil sociodemográfico dos respondentes, bem como, características do planejamento de viagem de três grupos de consumidores: clientes de agências físicas, clientes de agências virtuais, e os auto planejadores. Através da análise de correlação, foram identificadas as percepções dos respondentes com relação aos materiais promocionais do estado. Com o uso do teste de comparação de médias para amostras independentes e as análises de regressão múltipla foi possível identificar que, de modo geral, a promoção turística empreendida tem sido eficaz para cinco facetas de viagem, não sendo eficaz para a faceta “Passagens”. Por outro lado, no grupo de consumidores de agências físicas, a promoção de atrativos não se mostrou eficaz, ao passo que no grupo de consumidores de agências virtuais a não eficácia foi verificada na faceta “Hospedagem”, e no grupo de auto planejadores nas facetas “Refeições” e “Compras”. Tais resultados contribuíram para serem inferidas recomendações a fim de readequar o planejamento promocional do turismo do estado.

MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ALEXANDRE AUGUSTO BIZ - UFPR
Presidente - 2001718 - LUIZ AUGUSTO MACHADO MENDES FILHO
Externo à Instituição - MARCIO MARREIRO DAS CHAGAS - IFRN
Interno - 1160199 - SERGIO MARQUES JUNIOR
Notícia cadastrada em: 11/04/2017 08:45
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao