Banca de QUALIFICAÇÃO: AMANDA MIRELY CIPRIANO SOARES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: AMANDA MIRELY CIPRIANO SOARES
DATA: 29/03/2016
HORA: 08:30
LOCAL: Sala de Multimeios do NEPSA
TÍTULO:

Modelagem de Antecedentes do Comportamento Ambiental de Residentes em Destinos Turísticos Costeiros


PALAVRAS-CHAVES:

Modelagem. Comportamento Ambiental de Residentes. Destinos Turísticos Costeiros.


PÁGINAS: 57
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Turismo
RESUMO:

A zona costeira brasileira tornou-se um grande local de exploração turística tornando-se um dos espaços mais afetados pela ação antrópica, haja vista a demanda crescente por destinos praia, um dos mais almejados pelos turistas nacionais e internacionais.  De imediato, observa-se o significativo impacto ambiental gerado pela atividade, principalmente no que se refere à poluição das águas, destruição de recifes, retirada de areias das dunas, construções indevidas, entre outros. É fato que os problemas ambientais não podem ser associados apenas ao acelerado crescimento da urbanização, aquecido pelo desenvolvimento do turismo, mas também devido à conduta ou comportamento humano. Entende-se que para um melhor gerenciamento dos destinos turísticos costeiros, faz-se necessário estabelecer um tipo de comportamento orientado à manutenção dos recursos naturais. Neste sentido, o objetivo deste estudo é investigar as relações de dependência entre os antecedentes capazes de influenciar o comportamento ambiental de residentes em destinos turísticos costeiros, visando contribuir com a definição de melhores ações de gestão ambiental de destinos turísticos. Para tanto, propõe-se um estudo descritivo, utilizando-se do método hipotético-dedutivo, uma vez que são utilizados alguns modelos teóricos para se chegar a construção de hipóteses e assim elencar possíveis fatores que poderiam afetar o comportamento ambiental de residentes em destinos turísticos costeiros. O estudo abarcará os residentes do município de Baía Formosa, localizado no litoral sul potiguar, a 98,9 Km de Natal, que tem população estimada de 9.182 habitantes, sendo proposta a aplicação de um total de 368 questionários, quantidade baseada em cálculo amostral. O instrumento de coleta de dados irá conter variáveis já consolidadas por teorias que influenciam o comportamento ambiental, sendo dividido em sete dimensões: Benefícios, Custos, Envolvimento Comunitário, Apego ao Lugar, Atitude Pro-ambiental, Governança Ambiental e Comportamento Ambiental. As variáveis que compõe estas dimensões serão avaliadas por meio de uma escala de sete pontos (Escala Likert), a qual irá variar entre 1 (Discordo plenamente) a 7 (Concordo plenamente), conforme o nível de concordância com a frase proposta para caracterizar cada variável. Os dados coletados serão analisados pelo método de estatística descritiva. Para a composição das dimensões será utilizado o método de Análise Fatorial. Finalizando, para a construção das relações estruturais de dependência será utilizado a análise de equações estruturais.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2001718 - LUIZ AUGUSTO MACHADO MENDES FILHO
Externo à Instituição - MARCIO MARREIRO DAS CHAGAS - IFRN
Presidente - 1160199 - SERGIO MARQUES JUNIOR
Notícia cadastrada em: 08/03/2016 07:59
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao