Banca de DEFESA: JULIANA RODRIGUES DA COSTA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JULIANA RODRIGUES DA COSTA
DATA: 07/03/2016
HORA: 08:30
LOCAL: Sala de Multimeios do NEPSA / CCSA
TÍTULO:

COMUNICAÇÃO NA CAPTAÇÃO DE EVENTOS CORPORATIVOS: UM ESTUDO NOS CONVENTION & VISITORS BUREAUS DO BRASIL



PALAVRAS-CHAVES:

Comunicação. Captação de Eventos. Turismo de Eventos.


PÁGINAS: 115
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Turismo
RESUMO:

O turismo de eventos corporativos acelera o fenômeno e diminui a sazonalidade, além de impulsionar diversas formas de comunicação, seja ela voltada para captação de eventos ou não. Nessa expectativa, o objetivo da pesquisa foi avaliar as tipologias da comunicação utilizadas para a captação de eventos corporativos no Convention & Visitors Bureaus do Brasil. O estudo teve como universo, os diretores executivos e comerciais das associações que captam eventos corporativos, por meio de pesquisa qualitativa e natureza descritivo-exploratória, viés funcionalista e amostra não probabilística. A coleta dos dados foi realizada por meio de questionário semiestruturado, enviado por meio eletrônico, por intermédio da ferramenta Google Docs e avaliado a partir da técnica de análise de conteúdo. Os resultados da pesquisa mostram que o processo de captação é voltado para o perfil dos setores: atacadistas, serviços, organizadoras e promotoras de eventos, agronegócio, tecnológico, industrial, mineração, líderes e médicos. Tendo como quesitos que impactam a comunicação os seguintes elementos: avaliação dos dados e fontes, recebimento de informações atualizadas, feedback, trabalhos com a demanda e oferta da captação. Assim como, comunicação multi-ferramentas, avaliações  constantes, vícios de linguagem, clareza comunicativa, limitação vocabular, experiências anteriores e visão de amigos ou familiares. Já os que corroboram estão voltados para atitude ao se comunicar, a responsabilidade e propriedade que gera transparência e fidelidade à comunicação, o contato direto, por meio da fala, apresentação da proposta, contato com o promotor ou líder. No cenário, foi apontada a dificuldade de avaliação, quanto à frequência e retroalimentação dos dados, a fim de manter uma sintonia de informações e possível desenvolvimento, haja vista que o termo avaliação ponto a ponto foi citado por quatro destinos (Natal, São Paulo, Belém e Poços de Caldas). Conclui-se que, para se construir uma comunicação captadora de eventos corporativos que descentralize os resultados pelo país de forma integral, é preciso conhecer os principais nichos de contratantes, as suas peculiaridades e particularidades, pois cada captação de evento é única e, para esse contratante, a vontade dos participantes está sempre em primeiro lugar, ou seja, a fidelidade da comunicação impacta no feedback final.

 

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1675246 - LISSA VALERIA FERNANDES FERREIRA
Interno - 1160199 - SERGIO MARQUES JUNIOR
Externo à Instituição - LENIN CAVALCANTI BRITO GUERRA - IFRN
Notícia cadastrada em: 24/02/2016 14:25
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao