Banca de QUALIFICAÇÃO: ANA CAROLINA DE AZEVEDO LIMA BRASILEIRO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: ANA CAROLINA DE AZEVEDO LIMA BRASILEIRO

DATA: 20/10/2010

HORA: 14:00

LOCAL: PPGFIS

TÍTULO:

EFEITO DO BIOFEEDBACK NO TREINO DE MARCHA DE SUJEITOS HEMIPARÉTICOS: ENSAIO CLÍNICO RANDOMIZADO CONTROLADO


PALAVRAS-CHAVES:

acidente cerebral vascular, biorretroalimentação, marcha, paresia


PÁGINAS: 46

GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde

ÁREA: Fisioterapia e Terapia Ocupacional

RESUMO:

INTRODUÇÃO: O Acidente Vascular Encefálico (AVE) é um dos principais causadores de deficiência e dependência funcional no Brasil e no mundo. A diminuição da qualidade de vida do indivíduo após um AVE é largamente atribuída aos déficits da função motora, dentre os quais podemos citar a marcha, que tem sido alvo de grande enfoque terapêutico. O treino de marcha em esteira com suporte parcial de peso (SPP) tem mostrado diversos benefícios para o paciente, tendo-se pouco conhecimento, no entanto, dos seus resultados quando somado ao estímulo por biofeedback. OBJETIVO: Verificar os efeitos imediatos do biofeedback, visual ou auditivo, associado ao treino de marcha em esteira com suporte parcial de peso sobre a marcha de sujeitos hemiparéticos. MÉTODOS: Foi realizado um ensaio clínico, randomizado e controlado, de caráter transversal, com 18 sujeitos no estágio crônico do AVE, sendo 10 homens e 8 mulheres, com média de idade de 56,7 ± 6,8 anos e tempo médio de lesão de 34,1 ± 21,9  meses, capazes de deambular com uso de dispositivos auxiliares. Os participantes foram divididos em três grupos: experimental 1 (n=6), realizou o treino de marcha em esteira com SPP associado ao biofeedback visual, dado pelo monitor da esteira;  experimental 2 (n=6), que associou o treino de marcha em esteira com SPP ao biofeedback auditivo, usando uma frequência de 115% da cadência do indivíduo; e controle (n=6), que realizou apenas o treino de marcha em esteira com SPP. Todos os sujeitos foram avaliados por cinemetria, sendo os dados obtidos pelo Sistema de Análise de Movimento Qualisys. Os resultados foram analisados pelo programa SPSS 17.0, atribuindo-se nível de significância de 5%, sendo utilizada a estatística descritiva dos dados demográficos e clínicos. Para a comparação antes e após o treinamento de cada grupo será utilizado o teste t’Studant e para a comparação entre os grupos, a ANOVA de medidas repetidas.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2179208 - ANA RAQUEL RODRIGUES LINDQUIST
Externo ao Programa - 2374822 - FABRICIA AZEVEDO DA COSTA
Interno - 350635 - TANIA FERNANDES CAMPOS
Notícia cadastrada em: 15/10/2010 15:45
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao