Banca de QUALIFICAÇÃO: JOSE DIEGO SALES DO NASCIMENTO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JOSE DIEGO SALES DO NASCIMENTO
DATA : 26/02/2019
HORA: 14:00
LOCAL: Auditório do departamento de fisioterapia
TÍTULO:

RELAÇÃO DE PONTOS-GATILHOS MIOFASCIAIS E LIMIAR DE DOR À PRESSÃO COM VARIÁVEIS CLÍNICAS DE DOR, MOBILIDADE E FORÇA DE INDIVÍDUOS SINTOMÁTICOS PARA SÍNDROME DO IMPACTO SUBACROMIAL

 


PALAVRAS-CHAVES:

Dor no ombro. Limiar de dor. Sensibilização. Síndrome da dor Miofascial. Amplitude de movimento. Força.


PÁGINAS: 76
RESUMO:

O objetivo geral do estudo de Doutorado é avaliar as relações de Pontos-gatilhos Miofasciais (PGMs) e do Limiar de Dor a Pressão (LDP) com variáveis clínicas de dor, mobilidade e força de indivíduos com sintomatologia de SIS unilateral. Os resultados desse projeto deverão ser apresentados em  dois estudos: 1) Relação entre Pontos-gatilhos Miofasciais e Limiar de Dor a Pressão com dor, mobildiade e força no ombro em indivíduos com Síndrome do Impacto Subacromial; e 2) Aplicabilidade do limiar de dor a pressão alterações cinético-funcionais  proveniente de tratamentos para dor no ombro não traumática: um protocolo de revisão de literatura. O estudo 1 trata-se de uma pesquisa observacional, do tipo transversal, que avaliou 39 indivíduos (23 homens e 16 mulheres, idade entre de 34,71±11,71 e IMC de 24,89±3,06 kg/m²). Todos os indivíduos foram avaliados bilateralmente para presença de PGMs (trapézio superior e inferior, infraespinal, supraespinal, peitoral menor e deltóide médio), LDP (trapézio superior e inferior, infraespinal, supraespinal, deltóide médio e tibial anterior), amplitude de movimento – ADM (flexão no plano sagital e escapular, rotação interna e externa), força isométrica (flexão escapular, rotação interna e externa) e dor durante a ADM e a força. Para análise de comparação entre os lados foi usado o teste de Wilcoxon (PGMs, LDP, ADM, dor durante a ADM e dor durante o teste de força) e t dependente de Student (força isométrica). O teste de correlação de Spearman (r s) foi usado para a avaliação das relações entre a quantidade de PGM e o LDP com ADM, dor durante a ADM, força e dor durante a força, adotando um valor de significância de p<0,05. Houve correlação fraca e positiva entre PGMs ativos com a ADM de flexão sagital, rotação interna e externa e com a força de flexão escapular e de rotação externa. Correlações entre fraca e moderada e positivas foram encontradas entre LDP a força de flexão escapular. O estudo 2 trata-se de um protocolo de revisão de literatura com objetivo de examinar a atual evidência acerca do LDP quanto a procedimentos de avaliação, confiabilidade e responsividade ao tratamento do ombro doloroso não traumático. Serão reunidos estudos observacionais e ensaios clínicos informações sobre: procedimentos de treinamento e avaliação do LDP; relato de confiabilidade e erro das medidas de LDP de examinadores nos estudos; a validade da medida e do LDP de intervenções; a responsividade do LDP com outras variáveis de dor, mobilidade, força e função do ombro. Diante dessas informações será realizada uma análise crítica acerca do uso, aplicabilidade, precauções e limitações do LDP na avaliação fisioterapêutica e suas associações com as demais variáveis clínicas


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1081828 - CATARINA DE OLIVEIRA SOUSA
Externo à Instituição - FRANCISCO ALBURQUERQUE SENDÍN
Externo ao Programa - 2316237 - RODRIGO SCATTONE DA SILVA
Notícia cadastrada em: 22/02/2019 14:01
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa27-producao.info.ufrn.br.sigaa27-producao