Banca de QUALIFICAÇÃO: JÉSSICA DINIZ CAVALCANTI



Uma banca de QUALIFICAÇÃO DE MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: JÉSSICA DINIZ CAVALCANTI
DATA: 18/05/2016
HORA: 15:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO DEPTO DE FISIOTERAPIA
TÍTULO:

Análise da atividade elétrica de músculos respiratórios e periféricos em asmáticos durante testes de capacidade funcional.


RESUMO:

Introdução: Devido ao quadro de dispnéia, característica da patologia da asma, indivíduos asmáticos tendem a diminuir seus níveis de capacidade física afim de controlar as exacerbações com consequente diminuição dos níveis de capacidade funcional, o que limita suas atividades de vida diária. Associado a esse quadro clínico, indivíduos com doenças respiratória crônica exibem prejuízo da função muscular tanto respiratória, consequente da desvantagem mecânica respiratória, quanto da musculatura periférica devido a alteração metabólica e redução da capacidade oxidativa. Sendo assim faz-se relevante a avaliação do comportamento de músculos respiratórios e periféricos nesses indivíduos durante testes de campo que simulem as atividades cotidianas.

Objetivo: Analisar o comportamento da atividade elétrica dos músculos respiratórios e periféricos, durante a execução do Incremental Shuttle Walking Test e o Glittre-AVD, em indivíduos asmáticos versus saudáveis.

Metodologia: Trata-se de um estudo observacional e analítico. Serão incluídos pacientes com diagnóstico clínico de asma, ambos os sexos, idade entre 20 e 50 anos, doença controlada, índice de massa corporal (IMC) abaixo de 30 kg/m² e não-fumantes. Serão excluídos pacientes que apresentarem exacerbações durante o período do protocolo, déficit cognitivo e doença osteomioarticular que impeça a realização do protocolo. Após avaliação dos dados antropométricos e função pulmonar, será aplicado o Incremental Shuttle Walking Test (ISWT) e o teste Glittre-AVD em dias distintos. Durante ambos os testes, avaliaremos a atividade elétrica através da eletromiografia de superfície (EMGs) nos músculos esternocleidomastóide (ECOM), escaleno (ESC), reto abdominal (RA) e reto femoral (RF) para o ISWT e ESC, RA, RF e o músculo deltoide médio (DM) para Glittre-AVD. A captação do sinal eletromiográfico ocorre nos momentos basal, durante a execução do teste, pós-imediato e fase de recuperação em ambos os testes.

Resultados Preliminares: Nove pacientes asmáticos e cinco saudáveis foram avaliadas. Após avaliação inicial, somente 8 asmáticas compuseram o Grupo Asma (GA) versus 3 indivíduos saudáveis no Grupo Controle (GC) com (idadeanos: 45 [26 – 50] vs 25 [21 – 33]; IMCkg/m2: 26,5 [22,6 – 29,4] vs 22,6 [19,4 – 24,2]; VEF1%: 74,98 [55,05 – 93,02] vs 92,88 [81,97 – 93,45]; VEF1/CVF%: 80,8 [72,2 – 89,25] vs 109,3 [96,69 – 111,8], respectivamente). Em relação ao desempenho no ISWT, o GA percorreu uma distância 35% menor que o GC (p<0,05). Para o teste Glittre-AVD, o GA executou o teste com quase 1 minuto a mais, entretanto sem diferença significativa comparada ao GC. Não houve diferença na sintomatologia relatada de dispnéia e fadiga em membros inferiores e variáveis cardiorrespiratórias entre os grupos, ao final de cada teste. A análise EMGs durante o ISWT demonstrou aumento da atividade elétrica dos quatro músculos de maneira coordenada e significativa em ambos os grupos, com diferenças significativamente maiores no GA (p<0,0001). Ao comparar os grupos foi observado uma diferença nos momento 33% e o pós- imediato para o RA e momentos de 66% e 100% para o RF. No Glittre-AVD o GA exibiu uma maior variação de ativação dos músculos estudados (ESC, DM, RA e RF) durante o teste, porém ao comparar com GC, houve diferença significativa apenas para o RF (p < 0,05).

Conclusão: Nossos resultados preliminares sugerem que durante os testes de campo ISWT e Glittre-AVD, os pacientes asmáticos apresentam atividade eletromiográfica coordenada e similar aos indivíduos saudáveis, com exceção do RA e RF para o ISWT e RF para o Glittre-AVD, entretanto com menor desempenho em ambos os testes. Não houve diferença na sintomatologia relatada de dispnéia e fadiga em ambos os testes.


PALAVRAS-CHAVE:

Asma. Eletromiografia. Teste de esforço.


PÁGINAS: 38
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Fisioterapia e Terapia Ocupacional

MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1081828 - CATARINA DE OLIVEIRA SOUSA
Externo ao Programa - 2211046 - LUCIEN PERONI GUALDI
Presidente - 5566309 - VANESSA REGIANE RESQUETI FREGONEZI
Notícia cadastrada em: 10/05/2016 16:32
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa03-producao.info.ufrn.br.sigaa03-producao