Banca de DEFESA: PEDRO IVO DE SOUZA PINHEIRO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PEDRO IVO DE SOUZA PINHEIRO
DATA: 27/05/2015
HORA: 15:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO DEPTO DE FISIOTERAPIA
TÍTULO:

Efeitos dos exercícios aeróbio contínuo e intervalado na variabilidade da frequência cardíaca em adultos jovens saudáveis. ENSAIO CLÍNIcO randomizado.


PALAVRAS-CHAVES:

Exercício, Exercício intervalado, HIIT, VFC


PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Fisioterapia e Terapia Ocupacional
RESUMO:

Resumo: O exercício intervalado de alta intensidade tem sido apontado como opção para o aumento da prática da atividade física além de ser sugerido no manejo terapêutico de diversas condições como diabetes mellitus e insuficiência cardíaca. Contudo, o conhecimento pleno das suas repercussões fisiológicas e dos parâmetros que possam trazer maior segurança quanto à sua prescrição; em especial os efeitos a curto e médio prazo (24 horas após o exercício) sobre a recuperação do exercício, necessitam ser esclarecidos. O objetivo do presente trabalho é avaliar a repercussão de uma sessão de exercício aeróbico contínuo e intervalado no controle autonômico cardíaco imediato e em médio prazo (24 horas), através da avaliação da variabilidade da frequência cardíaca (VFC). Trata-se de um ensaio clínico randomizado do tipo crossover onde indivíduos jovens saudáveis e com baixo nível de atividade física tiveram a VFC de 24 horas mensurada através de frequencímetro e acelerômetro portátil (eMotion HRV 3D, Kuopio, Finlândia) antes e após sessão de exercício aeróbio contínuo (60-70% FCmax, 21min.) e intervalado (ciclo 1 min. a 80-90% FCmax, 2 min. a 50-60% FCmax, duração 21 min.). A VFC foi avaliada nos domínio tempo e frequência e o balanço simpatovagal determinado pela razão LF/HF. Avaliação não linear foi calculada pela entropia de Shannon. O dados demonstraram retardo na recuperação imediata da frequência cardíaca pós exercício e menor FC 24 horas comparados a valores pré intervenção, principalmente no exercício intervalado. Houve tendência à maior predomínio e valores de índices representantes da estimulação simpática durante o dia no grupo de exercício intervalado; contudo, sem significância estatística. O resultados do estudo auxiliam no esclarecimento das repercussões do exercício intervalado nas 24 horas que sucedem a intervenção permitindo parâmetros para prescrição e futura avaliação de grupos de indivíduos com patologias metabólicas e cardiovasculares.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 028.178.499-06 - FERNANDO AUGUSTO LAVEZZO DIAS - UFPR
Externo ao Programa - 2211046 - LUCIEN PERONI GUALDI
Externo à Instituição - RUBENS ALEXANDRE DA SILVA JUNIOR - UNOPAR
Notícia cadastrada em: 18/05/2015 15:00
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa27-producao.info.ufrn.br.sigaa27-producao