Banca de QUALIFICAÇÃO: DALILLA DE MEDEIROS PRAXEDES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : DALILLA DE MEDEIROS PRAXEDES
DATA : 06/09/2021
HORA: 16:30
LOCAL: Online
TÍTULO:

A ERGONOMIA NA ANÁLISE DA ACESSIBILIDADE DE UMA INSTITUIÇÃO PÚBLICA DE ENSINO SUPERIOR PARA FUNCIONÁRIOS OBESOS


PALAVRAS-CHAVES:

Ergonomia, Acessibilidade, Obesidade, Barreiras, Universidade.


PÁGINAS: 85
RESUMO:

 

A obesidade tem sido enfrentada por grande parte da população mundial atualmente. O relatório das Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), mostrou que em 2016 a obesidade atingia no mundo, 672 milhões de adultos, 124 milhões de crianças e adolescentes (de 5 a 19 anos) e 40 milhões de crianças com menos de 5 anos. Já no Brasil, de acordo com a Pesquisa Nacional de Saúde, realizada pelo IBGE e divulgada em outubro de 2020, 60,3% da população adulta está acima do peso. O problema também atinge em cheio crianças e adolescentes: a cada 3 crianças e adolescentes no Brasil, 1 está acima do peso. De acordo com o estudo realizado pelo Ministério da Saúde em 2016, 19,8% da população de Natal está obesa. A obesidade na capital potiguar está acima da média nacional que é de 18,9%. Quando se trata de excesso de peso, esse percentual é ainda maior: 56,6% da população brasileira está acima do peso. A acessibilidade das situações de trabalho para as pessoas obesas é de suma importância para garantir a adaptação destas situações a suas características, capacidades e limitações, visando à melhoria da segurança, da saúde, do conforto e do desempenho durante a execução de suas atividades. O objetivo geral dessa pesquisa constitui-se em propor políticas e diretrizes de acessibilidade de situações de trabalho para funcionários obesos da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN, visando à eficiência de suas atividades, à saúde e à segurança ocupacional. Os objetivos específicos são: Avaliar a conformidade das situações de trabalho de funcionários obesos da UFRN-Campus Natal, quanto à acessibilidade, de acordo com a norma técnica ABNT NBR 9050; Identificar e registrar, de forma situada, os contrantes e barreiras existentes na atividade dos funcionários obesos que dificultam a acessibilidade; Analisar a relação entre os contrantes e as barreiras e desempenho funcional e a saúde e segurança ocupacional; Analisar as estratégias utilizadas pelos funcionários obesos para mitigar os efeitos dos contrantes e barreiras presentes nas situações de trabalho. Trata-se de uma pesquisa de abordagem qualitativa, quanto à natureza dos dados, exploratória e descritiva, quanto aos objetivos, de levantamento e de estudo de caso, quanto aos procedimentos de coleta, bibliográfica e documental, e de campo, quanto às fontes de informação. O levantamento se expressará através de um mapeamento (survey) do perfil dos funcionários obesos e das características dos seus trabalhos quanto à possíveis barreiras e contraentes na UFRN-Campus Natal. O estudo de caso será realizado em um setor da UFRN-Campus Natal onde houver funcionário obeso realizando sua atividade funcional. Para tanto, será adotado o método participativo e situado da Análise Ergonômica do Trabalho- AET, através de técnicas interacionais e observacionais. A hipótese geral da pesquisa é que a falta de acessibilidade das situações de trabalho para os funcionários obesos interfere no seu desempenho, na sua saúde, no seu conforto e na sua segurança. Espera-se, ao final da pesquisa, se conhecer o perfil dos funcionários obesos, as características da acessibilidade das suas situações de trabalho, o diagnóstico e as respectivas indicações de melhoria da acessibilidade da situação de trabalho do estudo de caso e a elaboração de um conjunto de diretrizes para a melhoria da acessibilidade das situações de trabalho que envolvem pessoas obesas. Esta pesquisa contribuirá para o desenvolvimento teórico e metodológico da Ergonomia aplicada à acessibilidade de situações de trabalho que envolvem pessoas obesas. Do ponto de vista prático, contribuirá para a adoção de políticas públicas e implementação de medidas de melhoria da acessibilidade nas situações de trabalho que envolvem pessoas obesas na UFRN e em geral, repercutindo, positivamente, para a qualidade de vida no trabalho, a segurança, a saúde, o conforto e a autoestima deste segmento da população. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1217772 - RICARDO JOSE MATOS DE CARVALHO
Interna - 1218831 - CARLA ALMEIDA VIVACQUA
Externa à Instituição - MARIA CHRISTINE WERBA SALDANHA - UFPB
Notícia cadastrada em: 24/08/2021 12:11
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao