Banca de DEFESA: JOAO HELIS JUNIOR DE AZEVEDO BERNARDO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JOAO HELIS JUNIOR DE AZEVEDO BERNARDO
DATA : 31/07/2017
HORA: 08:30
LOCAL: IMD/CIVT, Auditorio B321
TÍTULO:

Impacto da Adoção de Integração Contínua no Tempo de Entrega de Merged Pull Requests: Um Estudo Empírico


PALAVRAS-CHAVES:

Integração Contínua; Desenvolvimento Baseado em Pull Requests; Pull Request; Tempo de Entrega; Atraso de Entrega; Mineração de Repositórios de Software.


PÁGINAS: 94
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Ciência da Computação
SUBÁREA: Metodologia e Técnicas da Computação
ESPECIALIDADE: Engenharia de Software
RESUMO:

Integração Contínua (IC) é uma prática de desenvolvimento de software que leva os desenvolvedores a integrarem seu código-fonte mais frequentemente. Projetos de software têm adotado amplamente a IC com o intuito de melhorar a integração de código e lançar novas releases mais rapidamente para os seus usuários. A adoção da IC é usualmente motivada pela atração de entregar novas funcionalidades do software de forma mais rápida e frequente. Todavia, há poucas evidências empíricas para justificar tais alegações. Ao longo dos últimos anos, muitos projetos de software disponíveis em ambientes de codificação social, como o GitHub, tem adotado a prática da IC usando serviços que podem ser facilmente integrados nesses ambientes (por exemplo, Travis-CI). Esta dissertação investiga empiricamente o impacto da adoção da IC no tempo de entrega de pull requests (PRs), através da análise de 167.037 PRs de 90 projetos do GitHub que são implementados em 5 linguagens de programação diferentes. Os resultados mostram que em mediana 13,8% dos PRs tem sua entrega adiada por pelo menos uma release antes da adoção da IC, enquanto que após a adoção da IC, em mediana 24% dos PRs tem sua entrega adiada para futuras releases. Ao contrário do que se pode especular, observou-se que PRs tendem a esperar mais tempo para serem entregues após a adoção da IC na maioria (53%) dos projetos investigados. O grande aumento das submissões de PRs após a IC é uma razão fundamental para que projetos demorem mais tempo para entregar PRs depois da adoção da IC. 77,8% dos projetos aumentam a taxa de submissões de PRs após a adoção da IC. Com o propósito de investigar os fatores relacionados ao tempo de entrega de merged PRs, treinou-se modelos de regressão linear e logística, os quais obtiveram R-Quadrado mediano de 0.72-0.74 e bons valores medianos de AUC de 0.85-0.90. Análises mais profundas de nossos modelos sugerem que, antes e depois da adoção da IC, a intensidade das contribuições de código para uma release pode aumentar o tempo de entrega de PRs devido a uma maior carga de integração (em termos de commits integrados) da equipe de desenvolvimento. Finalmente, apresentamos heurísticas capazes de identificar com precisão os PRs que possuem um tempo de entrega prolongado. Nossos modelos de regressão obtiveram valores de AUC mediano de 0.92 a 0.97.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1644456 - UIRA KULESZA
Interno - 1671962 - EDUARDO HENRIQUE DA SILVA ARANHA
Interno - 1709820 - ROBERTA DE SOUZA COELHO
Externo à Instituição - MARCELO DE ALMEIDA MAIA - UFU
Notícia cadastrada em: 20/07/2017 16:26
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao