Banca de QUALIFICAÇÃO: RAMAYANA MORAIS DE MEDEIROS BRITO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RAMAYANA MORAIS DE MEDEIROS BRITO
DATA : 20/03/2019
HORA: 09:30
LOCAL: Sala de reuniões do Centro de Biociências.
TÍTULO:

ASPECTOS INFLAMATÓRIOS DA INFECÇÃO POR CEPA CISTOGÊNICA DE Toxoplasma gondii EM MODELO MURINO ISOGÊNICO E OUTBRED.


PALAVRAS-CHAVES:

Toxoplasma gondii; inflamação; Toxoplasmose


PÁGINAS: 80
RESUMO:

A toxoplasmose é uma zoonose amplamente distribuída pelo mundo, causada pelo Toxoplasma gondii, protozoário intracelular obrigatório capaz de invadir e multiplicar-se em qualquer célula nucleada. Após invasão, o parasito desencadeia a ativação de uma resposta pró-inflamatória, capaz de estimular seu encistamento e manutenção da infecção crônica. Essa resposta antiparasitária, quando exacerbada, pode gerar mudanças imunopatológicas no organismo hospedeiro. Todavia, buscando evitar o comprometimento tecidual, o sistema imunológico estabelece um equilíbrio através da resposta anti-inflamatória. No entanto, o parasito possui mecanismos de manipular a sistema imune, a fim de estabelecer uma infecção persistente e eficiente, contribuindo para o desenvolvimento de alterações cerebrais em consequência de uma neuroinflamação crônica. Neste contexto, o objetivo desse trabalho foi avaliar os efeitos da infecção por cepa cistogênica de T. gondii sobre a resposta inflamatória em camundongos isogênicos (Balb/c e C57BL/6) e outbred (Suiço), relacionando-a com aspectos neuropatológicos característicos da infecção cerebral. Entre os grupos infectados, todas as linhagens apresentaram perda de peso corporal e sinais da infecção aguda evidentes, com índice de reatividade (IR) para IgG anti-T. gondii elevado, caracterizando a positividade da infecção. A quantificação de citocinas pró-inflamatórias mostrou que a produção de IFN-γ, IL-12 e TNF-α, pelos grupos infectados das três linhagens, foi mais elevada do que aquelas apresentadas pelos grupos controles, reforçando a importância de uma resposta pró-inflamatória eficaz no processo de cronificação da infecção. Em contrapartida, para as citocinas anti-inflamatórias, houve produção de TGF-β mais acentuada apenas pelo grupo infectado da linhagem Balb/c e, para IL-10, as três linhagens apresentaram valores semelhantes e elevados, indicando o envolvimento da imunorregulação no equilíbrio da patogenia desenvolvida. Esses dados reforçam a importância do desenvolvimento de uma resposta imune eficiente na manutenção dos cistos encontrados no cérebro, característicos da infecção crônica, variando de acordo com o perfil apresentado pelas diferentes linhagens de camundongos.


MEMBROS DA BANCA:
Externa ao Programa - 1996107 - LIA REJANE MULLER BEVILAQUA
Interno - 1752367 - PAULO MARCOS DA MATTA GUEDES
Presidente - 2213126 - VALTER FERREIRA DE ANDRADE NETO
Notícia cadastrada em: 19/02/2019 09:57
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa21-producao.info.ufrn.br.sigaa21-producao