Banca de DEFESA: ROGÉRIO DAMIÃO DE SOUZA JÚNIOR

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ROGÉRIO DAMIÃO DE SOUZA JÚNIOR
DATA : 26/02/2019
HORA: 08:30
LOCAL: POP Centro de Convivência
TÍTULO:

Avaliação do método FAMACHA© para detecção de anemia por Haemonchus contortus em rebanhos caprinos e ovinos


PALAVRAS-CHAVES:

 FAMACHA; Caprinos e Ovinos; 


PÁGINAS: 71
RESUMO:

No Brasil, principalmente nas regiões semiáridas, o controle dos parasitos gastrintestinais é realizado pela administração de anti-helmínticos, embora em muitos casos de forma exacerbada levando ao desenvolvimento de resistência parasitária. Desse modo, o método FAMACHA© foi introduzido como uma nova técnica para auxiliar o controle desses parasitos por meio do tratamento seletivo alvo. Portanto, o objetivo do presente estudo foi comparar sensibilidade e especificidade do método FAMACHA© na detecção de anemia por Haemonchus contortus em rebanhos caprinos e ovinos. Para isso foram avaliados rebanhos caprinos e ovinos provenientes da Embrapa Caprinos e Ovinos e da EAJ/UFRN, formados por 264 ovinos mestiços e 256 caprinos mestiços, de ambos os sexos, com idade entre 3 e 5 meses, mantidos, respectivamente, em pastagem nativa de caatinga e pastagem de capim Tanzania , por um período entre 98 e 225 dias, totalizando 4568 observações para ovinos e 825 para caprinos. Quatro valores padrão de volume globular (VG) ≤15%, ≤18%, ≤19%, ≤22%, foram usados para confirmar a anemia. Foram determinadas a especificidade (Sp) e sensibilidade (Se). A relação entre FAMACHA©, VG e contagem de ovos por grama de fezes (OPG) foi calculada através do coeficiente de correlação de Spearman Para avaliar a concordância entre FAMACHA© e VG, foi calculado o valor Kappa (Ƙ). Em todos os pontos de corte de VG, a Se do FAMACHA© nos ovinos da Embrapa Caprinos e Ovinos aumentou quando os animais FAMACHA 3 foram incluídos como anêmicos (75% a 92%). A Sp foi maior nos caprinos do que nos ovinos em todos os pontos de corte de VG quando os animais FAMACHA 3 não foram incluídos como anêmicos (99,4% e 99,8%). Para o rebanho ovino da EAJ/UFRN, foram observados maiores valores de Se quando animais FAMACHA 3 foram incluídos como anêmicos (48,5% a 51%). Já a Sp desses animais variou de 88,1% a 90,1% quando os animais FAMACHA 3 não foram incluídos como anêmicos. A avaliação do método FAMACHA© para os caprinos da EAJ/UFRN não foi significativo, uma vez que a carga parasitária de H. contortus não alcançou o mínimo de 60% recomendado.  Os maiores valores de tratamentos corretos foram encontrados em todos os pontos de corte de VG para ambos os rebanhos da Embrapa Caprinos e Ovinos quando FAMACHA 4 e 5 foram considerados positivos para anemia (75,7% a 91% para ovinos e 82,1% a 98,5% para caprinos). Nos ovinos da EAJ/UFRN os maiores valores de tratamento correto foram encontrados quando os animais FAMACHA 3 não foram incluídos como anêmicos (65,13% a 78,2%). O valor Ƙ para ovinos do rebanho da Embrapa Caprinos e Ovinos variou entre 0,320 < Ƙ < 0,560, sendo maior quando a categoria FAMACHA 3 não foi incluída como positiva para anemia, indicando uma concordância de razoável a moderada. Para os caprinos foi observado o valor Ƙ=0,620 para o VG ≤19, inferindo-se uma concordância substancial. No rebanho da EAJ/UFRN, os valores Ƙ indicaram uma concordância razoável para os ovinos (0,067 < Κ < 0,074) e uma fraca concordância para os caprinos (Ƙ ≤ 0,02, p>0,05). Estes resultados corroboram a aplicabilidade do método FAMACHA© em casos de hemocose em ambos os rebanhos. O ponto de corte de VG ≤15 se mostrou bastante adequado para ambas às espécies por apresentar altos índices de sensibilidade, porém estudos que objetivem uma melhor padronização dos valores de corte do VG em caprinos ainda são necessários para aumentar a Se do método para essa espécie.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANA CARLA DIOGENES SUASSUNA BEZERRA - UFERSA
Interna - 1218940 - ANTONIA CLAUDIA JACOME DA CAMARA
Presidente - 1714262 - LILIAN GIOTTO ZAROS DE MEDEIROS
Notícia cadastrada em: 08/02/2019 15:53
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa20-producao.info.ufrn.br.sigaa20-producao