Banca de DEFESA: MARCELO HENRIQUE MATIAS DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARCELO HENRIQUE MATIAS DA SILVA
DATA : 02/03/2018
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório do Museu de Ciências Morfológicas
TÍTULO:

PERFIL DE RESPOSTA IMUNE INATA DE PACIENTES INFECTADOS PELO VÍRUS ZIKA


PALAVRAS-CHAVES:

Vírus Zika; receptores padrões de reconhecimento Imunidade inata; Citocinas


PÁGINAS: 69
RESUMO:

Os receptores da imunidade inata, principalmente Toll like receptors (TLRs) e RIG like receptors (RLRs) são moléculas importantes para o reconhecimento inicial do vírus Zika e modulação de resposta imune protetora com produção de IFN do tipo 1. Epidemias recentes pelo vírus Zika apresentaram como principais consequências o aumento do número de casos da síndrome de Guillain-Barré e o surgimento da síndrome congênita do vírus Zika que pode resultar em microcefalia e outros danos neurológicos. Os mecanismos imunológicos que conferem proteção ou patologia durante a infecção por esse vírus ainda não foram elucidados. Dessa forma, o objetivo do presente estudo foi avaliar o perfil da resposta imune inata em pacientes durante a infecção aguda pelo vírus Zika. No presente estudo foi quantificada a expressão de RNA mensageiro (RNAm) dos TLRs (TLR3, TLR7, TLR8, TLR9), do RLR MDA-5 (Melanoma Differentiation-Associated protein 5), moléculas adaptadoras TRIF (Toll/IL-1 Receptor Domain-Containing Adaptor-Inducing IFN-β) e Myd88 (Myeloid Differentiation Primary Response Gene 88) e das citocinas (IL-6, IL-12, IFN-α, TNF-α, IFN-β, IFN-γ). Células mononucleares do sangue periférico (PBMC) de 30 pacientes com sintomas da infecção aguda pelo vírus Zika com diagnóstico confirmado por RT-PCR em tempo real (qRT-PCR) e de nove indivíduos saudáveis não infectados foram utilizadas para quantificação do perfil de resposta imune. Pacientes com infecção aguda pelo vírus Zika apresentaram elevada expressão de TLR3, IFN-α, IFN-β e IFN-γ, quando comparado aos controles saudáveis. Ademais, houve correlação positiva entre a expressão de TLR3 em relação a IFN-α e IFN-β. Por outro lado, pacientes infectados pelo vírus zika apresentaram redução na expressão de TLR8, Myd88 e TNF-α. Foi observada expressão semelhante de TLR7, TLR9, MDA-5, TRIF, IL-6 e IL-12 entre o grupo de pacientes infectados pelo vírus zika e indivíduos do grupo controle. Nossos resultados indicam que a infecção aguda (até 5 dias após o aparecimento dos sintomas) pelo vírus Zika em pacientes induz a produção de IFN-γ, IFN-α e IFN-β, principalmente por via dependente de TLR3. Por outro lado, a infecção pelo vírus zika em pacientes inibe a expressão de TLR8, Myd88 e TNF-α, moléculas também envolvidas na imunidade antiviral.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 348473 - JOSE VERISSIMO FERNANDES
Interno - 1715230 - JOSELIO MARIA GALVAO DE ARAUJO
Externo à Instituição - MANUELA SALES LIMA NASCIMENTO - IINN
Notícia cadastrada em: 23/02/2018 14:43
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao