Banca de DEFESA: JANETE CUNHA LIMA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JANETE CUNHA LIMA
DATA: 29/01/2016
HORA: 14:00
LOCAL: Sala de Reuniões do Centro de Biociências
TÍTULO:

AVALIAÇAO DA EXPRESSÃO DE RECEPTORES DA IMUNIDADE INATA EM LINHAGENS DE CAMUNDONGOS SUSCEPTÍVEIS E RESISTENTES A INFECÇÃO PELO SCHISTOSOMA MANSONI 



PALAVRAS-CHAVES:

Schistosoma mansoni, receptores da imunidade inata, camundongos


PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Parasitologia
SUBÁREA: Helmintologia de Parasitos
ESPECIALIDADE: Helmintologia Humana
RESUMO:

O presente estudo teve como objetivo avaliar a expressão dos receptores da imunidade inata em linhagens de camundongos susceptíveis e resistentes à infecção pelo Schistosoma mansoni. Camundongos machos das linhagens Balb/c, C57BL/6, e Swiss webster foram infectados com 30 cercárias da cepa LE do S. mansoni e eutanasiados nos períodos de 2, 7, 12 e 16 semanas após a infecção (SAI) e avaliados o parasitismo por meio de perfusão hepática; oograma; presença de granulomas hepáticos; expressão do RNAm de citocinas da imunidade inata (IL-1β, IL-6, IL-10, IL-12p35, IL-12p40, IL-18 e TNF-α) e também a expressão de RNAm dos receptores da imunidade inata do tipo Toll (TLR1, TLR2, TLR3, TLR4, TLR5, TLR6, TLR7, TLR8, TLR9), do tipo Nod (NALP1 e NALP3), e suas moléculas adaptadoras (Myd88, RIP2, ASC, CASPASE-1) em tecido hepático por meio de PCR em tempo real. Animais das linhagens Balb/c e C57BL/6, são mais susceptíveis a infecção pelo S. mansoni apresentando sobrevivência de 70%, enquanto camundongos Swiss apresentaram 100% de sobrevivência. Camundongos Swiss apresentam menor quantidade de parasitos adultos no sistema porta hepático e menor quantidade de ovos no fragmento íleo distal em 7 e 12 SAI, quando comparado a animais C57BL/6 e Balb/c. Nesta fase inicial da infecção os camundongos Swiss, resistentes a infecção, apresentaram maior expressão de RNAm de NALP1, Caspase-1, IL-1β e IL-18 no fígado, quando comparado aos camundongos Balb/c e C57BL/6 considerados susceptíveis a infecção. Por outro lado, as linhagens Balb/c e C57BL/6 consideradas susceptíveis a infecção, apresentaram maior expressão de RNAm de TLR2, TLR5, TLR6, Myd88, NALP3 e ASC no fígado na 7SAI, quando comparadas aos camundongos Swiss. Dessa forma, conclui-se que camundongos da linhagem Swiss apresentam um perfil inflamatório inicial, principalmente com aumento na expressão de RNAm de NALP1, caspase-1, IL-1β e IL-18, que poderia auxiliar no controle inicial da infecção, resultando em maior resistência a infecção e menor mortalidade. Enquanto, animais das linhagens C57BL/6 e Balb/c apresentaram elevada expressão de RNAm de TLR2, TLR5, TLR6, Myd88, NALP3 e ASC durante o início da oviposição (7SAI), este perfil inflamatório aumentado poderia conduzir a maior taxa de mortalidade.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1752367 - PAULO MARCOS DA MATTA GUEDES
Interno - 1218940 - ANTONIA CLAUDIA JACOME DA CAMARA
Externo à Instituição - CLÉBER DE MESQUITA ANDRADE - UERN
Notícia cadastrada em: 25/01/2016 10:44
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao