Banca de QUALIFICAÇÃO: JANETE CUNHA LIMA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JANETE CUNHA LIMA
DATA: 29/12/2015
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Reuniões do Centro de Biociências
TÍTULO:

Receptores da imunidade inata e a resistência durante a infecção experimental pelo Schistosoma mansoni


PALAVRAS-CHAVES:

Schistosoma mansoni, receptores da imunidade inata, camundongos


PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Biológicas
ÁREA: Parasitologia
SUBÁREA: Helmintologia de Parasitos
ESPECIALIDADE: Helmintologia Humana
RESUMO:

A infecção experimental pelo Schistosoma mansoni é variável de acordo com a linhagem de camundongo utilizado, que refletem diferenças na resposta imunológica gerada à infecção, com linhagens apresentando alta carga parasitária e outras baixas cargas parasitárias. Receptores da imunidade inata são de fundamental importância no início da resposta imunológica contra o parasito bem como no direcionamento da resposta adaptativa específica envolvida na susceptibilidade ou resistência à infecção. Desta forma, o presente estudo objetiva correlacionar à expressão dos receptores da imunidade inata a resistência à infecção pelo S. mansoni, utilizando linhagens de camundongos com alta e baixa carga parasitária. Para tal, camundongos fêmeas das linhagens BALB/c, C57BL/6, C3H, CBA/J e Swiss serão infectados com 50 cercárias da cepa LE do S. mansoni e sacrificados aos 15, 45 e 60 dias após a infecção (DAI). Onde serão quantificados a expressão de receptores do tipo Toll (TLR1, TLR2, TLR3, TLR4, TLR5, TLR6, TLR7, TLR8, TLR9), do tipo NOD (NOD1, NOD2, NALP3, NALP10, NALP12, IPAF e NAIP), suas moléculas adaptadoras (Myd88, TRIF, RIP2, ASC, CASPASE-1) e produção de citocinas da imunidade inata (IL-1β, IL-6, IL-12, IL-18, TNF-α, IFN-α e IFN-β) em tecido hepático por meio de PCR em tempo real. Nos animais sacrificados aos 45 DAI será realizada perfusão para determinação do parasitismo, e naqueles sacrificados aos 60 DAI será realizada perfusão e contagem de ovos por grama de fezes para determinação do parasitismo, além da determinação da inflamação e número de granulomas por análise histológica. Será correlacionada a expressão de receptores da imunidade inata ao parasitismo com intuito de associar à expressão de determinados receptores a resistência à infecção. Este conhecimento pode servir de base para pesquisas envolvendo adjuvantes e/ou vacinas para o S. mansoni.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1715230 - JOSELIO MARIA GALVAO DE ARAUJO
Presidente - 1752367 - PAULO MARCOS DA MATTA GUEDES
Interno - 1715271 - RENATA ANTONACI GAMA
Notícia cadastrada em: 11/12/2015 09:59
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa17-producao.info.ufrn.br.sigaa17-producao