Banca de QUALIFICAÇÃO: SAMARA PEREIRA DANTAS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : SAMARA PEREIRA DANTAS
DATA : 26/10/2021
HORA: 10:00
LOCAL: Em ambiente virtual (Google Meet)
TÍTULO:

MELHORIA DA QUALIDADE DA ATENÇÃO OBSTÉTRICA E NEONATAL NO RIO GRANDE DO NORTE


PALAVRAS-CHAVES:

Qualidade da Assistência à Saúde. Parto Humanizado. Serviços de Saúde Materno-Infantil. Indicadores de Serviços. Evidências.


PÁGINAS: 46
RESUMO:

INTRODUÇÃO:  A morbimortalidade materna e neonatal pode ser prevenida com uma assistência de qualidade e segura. São necessárias medidas que garantam a melhoria da qualidade do cuidado no parto.

OBJETIVO: O objetivo deste estudo é aumentar a adesão às boas práticas no parto em maternidades públicas do Estado do Rio Grande do Norte (RN).

MÉTODO: Trata-se de um estudo quase-experimental de intervenção e de série temporal, aplicado em três maternidades públicas do RN. Será realizado um ciclo de melhoria em cada maternidade com as seguintes etapas: 1. Identificação das causas para baixa realização de boas práticas com produção do Diagrama de Causa e Efeito, 2. implementação do Qualiparto (software para monitoramento de indicadores) 3. Medição da coleta da linha de base (6 medições quinzenais); Elaboração do Diagrama de Afinidades para definição das intervenções a serem implementadas centradas na estratégia da LVPSS da OMS); monitoramento pós intervenção (6 medições quinzenais). Serão analisados, retrospectivamente, 1.080 prontuários de partos, durante 12 medições quinzenais sucessivas, nos anos de 2021 e 2022 com o uso da plataforma QualiParto. As variáveis de interesse do estudo incluem indicadores simples, indicadores compostos de boas práticas, eventos adversos e adesão à LVPS da OMS. A análise descritiva será com frequências absolutas e relativas dos indicadores simples e compostos de boas práticas e eventos adversos e análise de série temporal através de run charts, considerando valor de p<0,05 e Intervalo de Confiança de 95%.

RESULTADOS PRELIMINARES: Foram identificados múltiplos fatores que contribuem para a baixa ocorrência boas práticas, em sua maioria ligados ao processo de trabalho e educação permanente. Pode-se observar itens comuns aos três serviços: pouco estímulo às boas práticas, partograma não institucionalizado, contato pele a pele não realizado, clampeamento oportuno não institucionalizado, falta de capacitação em boas práticas, ausência de protocolos, entre outros.


MEMBROS DA BANCA:
Externa ao Programa - 1506238 - QUENIA CAMILLE SOARES MARTINS
Presidente - 1674688 - TATYANA MARIA SILVA DE SOUZA ROSENDO
Interno - 911.028.804-00 - WILTON RODRIGUES MEDEIROS - UFRN
Notícia cadastrada em: 25/10/2021 09:37
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao