Banca de DEFESA: JOYCE WADNA RODRIGUES DE SOUZA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JOYCE WADNA RODRIGUES DE SOUZA
DATA : 16/07/2021
HORA: 13:30
LOCAL: Ambiente Virtual Google Meet
TÍTULO:

CONSTRUÇÃO DE INDICADORES E CRITÉRIOS VOLTADOS À MELHORIA DA QUALIDADE EM UM SERVIÇO DE PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES EM SAÚDE


PALAVRAS-CHAVES:

Terapias complementares; Satisfação do Paciente; Melhoria de Qualidade; Atenção centrada no paciente; indicadores de qualidade em saúde.


PÁGINAS: 62
RESUMO:

A atenção integral é uma das principais diretrizes do Sistema Único de Saúde, as Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) foram introduzidas oficialmente no SUS em 2006, através da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PNPIC). A experiência do paciente é essencial para o avanço da atenção centrada na pessoa, contemplando aspectos que permeiam as sensações e percepções, podendo assim estimar-se até que ponto está recebendo cuidados que sejam respeitosos e condizentes com as suas preferências, necessidades e valores individuais. Faz-se importante agregar a avaliação da experiência do paciente ao cenário das PICS, atentando para elementos fundamentais da qualidade do cuidado em saúde, como a eficiencia, acessibilida e a segurança da assistência que permitem serem mensurados por indicadores de qualidade. Objetivo: Propor indicadores de qualidade para serem implementados em Serviços de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde no SUS. Metodologia: Trata-se de uma pesquisa-ação, com abordagem metodológica propositiva, no sentido de orientar a realização de um ciclo de melhoria com enfoque no monitoramento da qualidade institucional, a partir da apresentação de indicadores de qualidade em um serviços de PICS no SUS. A análise qualitativa dos critérios e indicadores construído, foi realizada a partir de uma versão adaptada das diretrizes do Standards for Quality Improvement Reporting Excellence 2.0 (SQUIRE). A pesquisa teve como cenário o Laboratório de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (LAPICS), vínculado ao Departamento de Saúde Coletiva (DSC) do Centro de Ciencias da Saúde (CCS) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), e foi submetida e aprovada pelo Comitê de Ética e Pesquisa do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), com parecer nº 3.744.495 Resultados: O delineamento dessa pesquisa permitiu a realização das seguintes etapas: Diagnóstico situacional/Identificação da oportunidade de melhoria, através da aplicação da técnica de grupo nominal, matriz de priorização e observação não participante, selecionando-se a oportunidade de melhoria a ser trabalhada; em seguida foi feita uma análise do problema de qualidade, através do diagrama de causa e feito de Ishikawa, selecionando as causas modificaveis e não modificaveis; a partir disso foram construidos sete de critérios para avaliar a qualidade, e desses sete critérios surgiram sete indicadores de qualidade relacionados a dimensões e aspectos da qualidade, bem como foi confeccionado um instrumento de avaliação dos respectivos critérios; em seguida, foi procedeu-se a elaboração de um estudo sobre o nível de confiabilidade dos critérios e indicadores de qualidade, onde se confeccionou um indicador composto que agrupasse os sete subindicadores de qualidade construidos anteriormente, e assim pudesse revelar a experiência do paciente no serviço através da agragação e do percentual de cumprimento desses; foram também elencadas as propostas de intervenção oportunas para melhoria contínua; como também o procedimento padrão para coleta e análise dos dados dos indicadores; por fim, o monitoramento dos resultados foi elencado como uma ferramenta ideal para manuntenção da qualidade do serviço. Conclusões: A construção e mensuração de indicadores e critérios de qualidade em serviços de PICS no Brasil é primordial para o aperfeiçoamento e melhoria da qualidade do processo de trabalho, visto que identificar a percepção e fazer uma correlação com a satisfação das expectativas do usuário do serviço, bem como trazer aos profissionais a oportunidade de projetar suas ações com base na necessidade do serciente, da comunidade e nas competências profissionais, é essencial para a melhoria contínua de qualquer serviço de saúde. No cenário das práticas integrativas, voltado para a implementação das tecnologias do cuidado interacionais, isso é primordial, visto favorecer o fortalecimento das relações sociais, da da criação de vínculo, e da possibilidade de identificação dos reais problemas existentes.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 6468813 - ANA TANIA LOPES SAMPAIO
Interna - 2262871 - ANA ELZA OLIVEIRA DE MENDONCA
Externa à Instituição - ISABEL CRISTINA AMARAL DE SOUSA ROSSO NELSON - UERN
Externo à Instituição - MARCELO COSTA FERNANDES - UFCG
Notícia cadastrada em: 29/06/2021 11:54
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao