Banca de DEFESA: FELIPE JEFERSON DE MEDEIROS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FELIPE JEFERSON DE MEDEIROS
DATA : 29/11/2019
HORA: 08:00
LOCAL: Sala de Seminários de Estatística - CCET
TÍTULO:

Aspectos Dinâmicos da Atmosfera Associados a Seca de 2012-2016 no Nordeste do Brasil


PALAVRAS-CHAVES:

Circulação atmosférica. Variabilidade climática. Meteorologia tropical. Downscaling dinâmico. RegCM4.


PÁGINAS: 96
RESUMO:

Identificar os padrões da circulação atmosférica relacionados ao desenvolvimento de episódios de seca contribui no processo de mitigação dos impactos à sociedade. No Nordeste do Brasil (NEB), uma das regiões mais vulneráveis a ocorrência de eventos extremos na América do Sul, episódios de secas são frequentemente registradas. Este foi o cenário observado entre os anos de 2012-2016, no qual uma seca severa assolou a região. Neste contexto, o objetivo deste estudo foi analisar os aspectos dinâmicos associados ao evento extremo de seca ocorrido no NEB durante o período de 2012 a 2016, bem como modelar a variabilidade da precipitação nesse mesmo período utilizando a configuração tropical do modelo climático regional RegCM4 (RegCM-TBAND). Para tanto, foram utilizados dados de temperatura, precipitação, radiação de onda, temperatura da superfície do mar e reanálise do ERA-Interim durante o período de 1981-2016. Por intermédio de gráficos de anomalia e análise dinâmica dos compostos de variáveis meteorológicas identificou-se a área do NEB onde a seca foi mais severa e os padrões de grande escala que a ocasionaram. Para realizar as simulações com o RegCM-TBAND utilizou-se dados de condição inicial do ERA-Interim e de TSM da NOAA_OISST_V2. A análise da saída do modelo se deu por meio da avaliação da destreza, para isso, utilizou-se dados de reanálise do ERA5 para as variáveis atmosféricas, e do Global Precipitation Climatology Project (GPCP) e Xavier et al., (2016) para a precipitação. Os resultados mostraram que este evento de seca foi influenciado principalmente por duas condições oceânicas distintas. Estas condições conduziu o padrão de circulação atmosférica, onde observou-se que de 2012 a 2014 as anomalias negativas de precipitação foram relacionadas ao movimento descendente da célula de Hadley, enquanto de 2015 a 2016 os déficits de precipitação foram ocasionados pelo ramo descendente da circulação de Walker sobre o NEB e também pelos movimentos subsidentes associados ao posicionamento da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT). Com relação a modelagem regional, verificou-se que o modelo indicou razoavelmente bem a sub-região onde o evento de seca foi mais intenso, e representou satisfatoriamente a quantidade de anomalias negativa de precipitação nos anos mais secos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1280761 - CRISTIANO PRESTRELO DE OLIVEIRA
Interno - 1752417 - CLAUDIO MOISES SANTOS E SILVA
Externo à Instituição - ROGER RODRIGUES TORRES - UNIFEI - UNI
Externo à Instituição - TERCIO AMBRIZZI - USP
Notícia cadastrada em: 25/11/2019 14:13
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao