Banca de QUALIFICAÇÃO: ALINE KELLY DE SOUZA MELO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ALINE KELLY DE SOUZA MELO
DATA : 24/03/2017
HORA: 08:00
LOCAL: Auditório do CCET
TÍTULO:

VALIDAÇÃO DOS PERFIS DE RETROESPALHAMENTO TOTAL ATENUADO EM 532 NM MEDIDOS PELO SISTEMA CALIOP/CALIPSO UTILIZANDO O SISTEMA LIDAR DUSTER DE NATAL – RN


PALAVRAS-CHAVES:

Aerossóis atmosféricos, Radiação, Sensoriamento remoto, Lidar, Natal.


PÁGINAS: 59
RESUMO:

Os aerossóis têm uma função importante no balanço radiativo da Terra. Direta e indiretamente, sua interação com a radiação desenvolve um papel essencial no sistema climático. As incertezas com relação aos efeitos dos aerossóis no clima são ainda grandes, uma fração substancial dessa incerteza tem sido associada com a dispersão e absorção da radiação solar por aerossóis sólidos antropogênicos e nuvens. Com o intuito de diminuir essas incertezas, a NASA, juntamente com a CNES, lançou em 2006 o satélite CALIPSO, com um Lidar a bordo denominado CALIOP, que obtém informações de propriedades ópticas, criando perfis verticais de aerossóis e nuvens em escala global. É possível validaras propriedades ópticas fornecidas pelo CALIPSO com a ajuda de outros instrumentos terrestres que utilizam a mesma técnica, e então obter uma maior precisão das medidas deste sistema. Neste trabalho, para validação dos dados do CALIPSO será utilizado um instrumento de sensoriamento remoto terrestre, o DUSTER LIDAR, localizado na região metropolitana de Natal/RN, no Campus da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. O DUSTER LIDAR/Natal foi instalado em janeiro de 2016, com o intuito de identificar e analisar as propriedades ópticas dos aerossóis em sua distribuição vertical, e auxiliar no entendimento dos processos de transporte de aerossóis de poeira mineral Saariana que chegam do continente Africano para a atmosfera de Natal. Serão determinados os dias de medidas correlativas entre o sistema Lidar terrestre e o CALIOP e analisados os dados para os dias de medidas com condições atmosféricas pouco nubladas. Serão analisados e validados os dados de retroespalhamento total atenuado em 532 nm do satélite CALIPSO, usando a mesma variável do sistema DUSTER Lidar/Natal. Serão criados perfis verticais de retroespalhamento da atmosfera local. Também serão analisadas as trajetórias de massas de ar, usando o modelo HYSPLIT, a fim de identificar se há indícios de transporte de massas de ar intercontinental, por exemplo, de poeira saariana oriunda do continente africano para Natal/RN e será criado um banco de dados de observações do CALIPSO para futuras pesquisas. Espera-se com os resultados que se possa obter uma boa correlação dos dados entre os dois instrumentos, o que concluirá que o CALIOP é um instrumento capaz de caracterizar as camadas de aerossóis sobre a região. Este estudo será uma importante contribuição para a equipe de desenvolvimento do CALIOP /CALIPSO, contribuindo para uma validação regional do produto.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - FÁBIO JULIANO DA SILVA LOPES - IPEN
Interno - 1808127 - JOSE HENRIQUE FERNANDEZ
Presidente - 1879213 - JUDITH JOHANNA HOELZEMANN
Interno - 350691 - MARIA HELENA CONSTANTINO SPYRIDES
Notícia cadastrada em: 14/03/2017 15:08
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao