Banca de DEFESA: PATRICIA CRISTIANE SOARES CAMARA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: PATRICIA CRISTIANE SOARES CAMARA
DATA: 26/02/2013
HORA: 14:30
LOCAL: Sala multimeios do NEPSA/CCSA
TÍTULO:

 

AS CONDIÇÕES DE TRABALHO NA AREA DE SAÚDE E O PROCESSO DE ADOECIMENTO DA (O) ASSISTENTE SOCIAL



PALAVRAS-CHAVES:

Condições de trabalho. Assistente Social. Adoecimento. Saúde do trabalhador.


PÁGINAS: 149
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Serviço Social
SUBÁREA: Serviço Social Aplicado
RESUMO:

 

As exigências no mundo do trabalho na contemporaneidade repercutem na qualidade de vida, na saúde dos trabalhadores, nas suas relações com os usuários e demais profissionais da equipe de saúde. Diante desta realidade, este estudo discute as condições de trabalho na área da saúde e o processo de adoecimento da (o) assistente social possuindo como objetivos analisar as implicações das condições de trabalho no adoecimento das (os) assistentes sociais dos hospitais estaduais da Região Metropolitana de Natal – RMN; identificar as principais doenças que afetam Assistentes Sociais nos hospitais da SESAP na RMN e desvelar a relação entre os processos de adoecimento das assistentes sociais e as condições de trabalho nos hospitais. A pesquisa teve como ponto de partida questões norteadoras que revelaram como se configuram o trabalho, as condições desse trabalho e o processo de adoecimento da (o) assistente social. Para apreender o objeto de estudo investigamos o perfil socioeconômico das (os) assistentes sociais; a caracterização do trabalho, atribuições e competências no espaço sócio-ocupacional nos hospitais da Rede Estadual na RMN; fatores que interferem no processo saúde-doença das (os) assistentes sociais da RMN, a fim de desvendar implicações das condições de trabalho no adoecimento no/pelo trabalho identificando ações e investimentos da Política de Saúde do Trabalhador no RN correlacionando ao adoecimento nos dias atuais. A referência empírica foram os hospitais da Região Metropolitana de Natal, sendo sete hospitais em Natal, um em Parnamirim e outro em Macaíba. Para o desvelamento do movimento do objeto de estudo, nosso percurso metodológico envolveu: pesquisa documental destinada à revisão bibliográfica sobre o trabalho da (o) assistente social correlacionando-o ao processo saúde-doença em articulação a saúde do trabalhador; observação direta extensiva correlacionada à observação na vida real, aplicação de 66 (sessenta e seis) questionários destinados a obter informações sobre o perfil profissional de assistentes sociais que atuam na RMN, sobre as condições de trabalho e adoecimento advindo no/do trabalho. Os dados obtidos a partir das questões fechadas, foram tratados utilizando-se o Statistical Package for the Social Sciences (SPSS). As questões abertas foram transcritas e posteriormente analisadas a luz da produção teórica sobre a temática. A pesquisa revela que os assistentes sociais estão submetidos a condições e relações de trabalho precarizadas com espaços físicos inadequados. Na intervenção profissional observa-se que não há operacionalização dos Parâmetros de Atuação de assistentes sociais na Política de Saúde, conforme verificado nas atribuições e/ou competências que na maioria do exercício se mostram conservadoras no cotidiano profissional. Identifica-se ainda que as condições objetivas e subjetivas de trabalho podem ocasionar alguns agravos à saúde das (os) assistentes sociais, dentre esses encontram-se: os estresses, alergias e ou dermatoses, relatados como provenientes dos ambientes insalubres e pela diversidade de demandas, as quais intensificam o trabalho das (os) assistentes sociais, mostrando a atualidade do debate sobre a relação trabalho e saúde do trabalhador diante das contradições do capital, também, presentes nos serviços públicos de saúde.

 

 

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1149382 - IRIS MARIA DE OLIVEIRA
Interno - 1674668 - MARIA REGINA DE AVILA MOREIRA
Externo à Instituição - MOEMA AMÉLIA SERPA LOPES DE SOUZA - UEPB
Notícia cadastrada em: 14/02/2013 10:18
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao