Banca de QUALIFICAÇÃO: ALINE COSTA VIANA NEVES COCENTINO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ALINE COSTA VIANA NEVES COCENTINO
DATA : 30/08/2022
HORA: 14:30
LOCAL: Plataforma Google meet- meet.google.com/bmy-bxgg-wsh
TÍTULO:

O AUMENTO E A REINCIDÊNCIA DA VIOLÊNCIA AUTOPROVOCADA EM PARNAMIRIM/RN NO CONTEXTO DO AJUSTE FISCAL PÓS-GOLPE DE 2016


PALAVRAS-CHAVES:

Neoliberalismo. Ajuste Fiscal. Saúde Mental. Violência Autoprovocada. 


PÁGINAS: 70
RESUMO:

O presente estudo parte da discussão sobre a violência autoprovocada – casos de automutilação, tentativa de suicídio e suicídio – ocorridos no município de Parnamirim/RN, na atual conjuntura de aprofundamento do neoliberalismo e do ajuste fiscal. Direcionado pela política neoliberal desde os anos de 1990 no Brasil, o ajuste fiscal tem usurpado verozmente o fundo público, satisfazendo os interesses do grande capital, acirradamente no período pós-golpe. Delineia-se uma realidade contemporânea, permeada pela precariedade e precarização nas condições de vida e de trabalho, por retrocessos nos direitos sociais, pela agudização da questão social, sofrimento e adoecimento psíquico, desmonte dos equipamentos de proteção social e de saúde , além da retomada do conservadorismo no trato com a saúde mental. Diante deste cenário, o objetivo geral do  estudo propõe  analisar o aumento e reincidência da violência autoprovocada em Parnamirim/RN no contexto do ajuste fiscal e no período pós-golpe, com vistas a evidenciar os fatores que estão contribuindo para o desencadear dessa realidade, em prol de sua transformação. Como desdobramento, os objetivos específicos contemplam: a) compreender as expressões do ajuste fiscal no aumento e reincidência da violência autoprovocada em Parnamirim; b) identificar os fatores que mais contribuem com o aumento e reincidência da violência autoprovocada da população de Parnamirim; e c) apreender a operacionalização da Política de Saúde Mental diante do aumento e reincidência da violência autoprovocada em Parnamirim no período pós-golpe. O recorte temporal compreende o período de janeiro de 2016 a abril de 2022. Para apreender o objeto em sua totalidade, a pesquisa tem seus fundamentos no método materialista histórico-dialético, que será desenvolvida a partir de revisões bibliográficas, pesquisa documental e de campo, com abordagem de natureza quanti-qualitativa. As revisões bibliográficas abarcarão as categorias analíticas como: crise estrutural do capital, neoliberalismo, ajuste fiscal, fundo público, capital financeiro, sofrimento psíquico, adoecimento psíquico, política de saúde mental e violência autoprovocada. A pesquisa documental norteada por roteiros prévios, por tipo de documento analisado, no intuito capturar os elementos que envolvem as situações de violência autoprovocada em Parnamirim, no cenário pós-golpe. A pesquisa de campo se dará por meio de entrevistas semiestruturadas direcionadas aos/as profissionais que atuam na política de saúde mental do Município, visando captar suas compreensões sobre a operacionalização da política mediante a violência autoprovocada. O estudo será submetido ao Comitê de Ética em Pesquisa e os dados analisados por meio da técnica de Análise de Conteúdo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1958916 - EDLA HOFFMANN
Interna - 2363499 - ELIANA ANDRADE DA SILVA
Interna - 1149382 - IRIS MARIA DE OLIVEIRA
Externa ao Programa - 2859570 - LARISSE DE OLIVEIRA RODRIGUES - UFRNExterna à Instituição - MIRIAM THAIS GUTERRES DIAS - UFRGS
Notícia cadastrada em: 05/08/2022 10:58
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa03-producao.info.ufrn.br.sigaa03-producao