Banca de QUALIFICAÇÃO: MARIA APARECIDA DO NASCIMENTO SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARIA APARECIDA DO NASCIMENTO SILVA
DATA : 25/08/2020
HORA: 14:30
LOCAL: Plataforma Digital Google Meet
TÍTULO:

 “AS ROSAS DA RESISTÊNCIA NASCEM DO ASFALTO”: Uma análise acerca da violência cometida contra as mulheres trans durante o governo Bolsonaro.


PALAVRAS-CHAVES:

Mulheres Trans; Violência; Relações Patriarcais de Gênero; Diversidade Sexual.


PÁGINAS: 78
RESUMO:

Essa pesquisa objetiva analisar os casos de violência ocorridos no Brasil contra as mulheres Trans no período de 2019 a 2020, ou seja, se propõe uma análise dos primeiros anos do governo de Jair Messias Bolsonaro, nos questionando se há especificidades na violência praticada contra as mulheres Trans em relação às mulheres cis-gêneros brasileiras. A ascensão de governos conservadores ao poder na atualidade tem trazido fortemente ao centro do debate as questões dos direitos voltados para a população LGBTQI+.  Os dados do relatório produzido pelo Grupo Gay da Bahia (GGB, 2018), demonstram que o índice de assassinatos motivados pela homo-lesbo-transfobia no país, continua alto e que entre o conjunto dessa população, as pessoas trans são as mais vulneráveis e são as vítimas das mortes mais cruéis. Frente a isso, pretendemos, portanto, nos dedicar as seguintes questões: Há diferenças na violência contra as mulheres Trans em relação as que são impingidas às mulheres cis-gêneros brasileiras?  Se sim, em que diferem e quais as suas especificidades? Nessa conjuntura, quais os limites e possibilidades das políticas públicas voltadas para o combate a violência contra população LGBTQI+ brasileira e especificamente para as mulheres trans? Como esses sujeitos estão se organizando politicamente em resistência a retiradas de direitos? Portanto, partindo das premissas do Materialismo histórico e dialético, e utilizando-se de pesquisa qualitativa de tipo bibliográfica e documental, pretendemos analisar os seguintes documentos: jornais, revistas e noticiários nacionais e locais, relatórios dos anos de 2019 e 2020  do Grupo Gay da Bahia (GBB), Dossiês dos assassinatos e violência contra Travestis e Transexuais brasileiras no ano de 2019 e 2020, da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTRA) e os documentos e legislações do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos (MDH), durante os anos de 2019 e 2020, que tratem do combate as violações de direitos da população de Gays, Lésbicas, bissexuais e transexuais brasileiros.  E como não desvinculamos as nossas escolhas teóricas de nossas opções políticas, esperamos que essa pesquisa possa contribuir para que um número cada vez maior de pessoas se envolvam com a temática da diversidade sexual e se envolver também com a luta por uma sociedade sem exploração/dominação de classe, raça/etnia,  gênero/sexo - aqui incluídas as questões que envolvem a orientação sexual e a identidade gênero.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 307.164.894-49 - RITA DE LOURDES DE LIMA - UFRN
Interna - 1714329 - ANDREA LIMA DA SILVA
Interna - 1149518 - SILVANA MARA DE MORAIS DOS SANTOS
Externo à Instituição - JANAIKY PEREIRA DE ALMEIDA - UFERSA
Notícia cadastrada em: 03/08/2020 20:59
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa27-producao.info.ufrn.br.sigaa27-producao