Banca de DEFESA: MATHEUS BARBOSA DOS SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MATHEUS BARBOSA DOS SANTOS
DATA : 30/04/2024
HORA: 09:00
LOCAL: Videoconferência (com possibilidade de modelo híbrido)
TÍTULO:

Orientação sexual e construção da personalidade: um olhar evolucionista


PALAVRAS-CHAVES:

LGBTQIA+, personalidade, HEXACO, QUESI, homofobia, Psicologia Evolucionista.


PÁGINAS: 82
RESUMO:

A personalidade é objeto de estudo das ciências há vários anos e já se sabe que essa possui influências de diversos fatores, dentre eles o ambiente de desenvolvimento. Pessoas das comunidades LGBTQIA+ enfrentam desafios desde a infância que podem trazer consequências para esses indivíduos, incluindo a formação da personalidade. O objetivo da pesquisa foi investigar se eventos na infância têm relação com a expressão dos traços de personalidade dos indivíduos dessas comunidades. Para tal, 371 participantes do nosso estudo responderam aos instrumentos HEXACO e Dark Triad Dirty Dozen para mensurar os traços de personalidade, QUESI (Questionário sobre traumas na infância) para estudar o ambiente de desenvolvimento e por fim o questionário sociodemográfico. Os resultados demonstram que existe uma correlação positiva entre o score do QUESI e os traços de personalidade conscienciosidade e emocionalidade e uma correlação negativa para a medida socioeconômica. Detalhando o QUESI, registramos correlações positivas entre abuso físico e alguns traços de personalidades (conscienciosidade, abertura, emocionalidade, maquiavelismo e psicopatia) e correlação negativa para agradabilidade e para a medida socioeconômica. O abuso psicológico se correlacionou positivamente com conscienciosidade, emocionalidade, maquiavelismo e psicopatia, e negativamente com a medida socioeconômica. Por sua vez, o abuso sexual mostrou correlação positiva com conscienciosidade e psicopatia, bem como uma correlação negativa com a medida socioeconômica. Quanto às negligências, a emocional se correlacionou negativamente com humildade-honestidade, maquiavelismo e psicopatia e positivamente com agradabilidade e a medida socioeconômica. Por fim, o fator negligência psicológica apresentou correlação positiva apenas com a dimensão explícita do questionário sobre homofobia. Quando comparamos os grupos, obtivemos diferenças no traço de maquiavelismo, em que bissexuais apresentaram média maior em relação aos homossexuais, e narcisismo, com indivíduos do sexo masculino apresentando uma média maior que os do sexo feminino, e bissexuais com média maior que os homossexuais. Conclui-se que existe uma correlação, positiva ou negativa, entre os traços de personalidade, condição socioeconômica e ambiente de desenvolvimento, sendo necessário uma averiguação em trabalhos futuros para saber se existe também uma relação de causa e efeito entre essas variáveis e as variáveis orientação sexual e sexo. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1350337 - FIVIA DE ARAUJO LOPES
Externa à Instituição - JESSICA JANINE DE OLIVEIRA
Externo à Instituição - MAURO DIAS SILVA JÚNIOR - UnB
Notícia cadastrada em: 26/04/2024 17:01
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao