Banca de DEFESA: FELIPE PERNAMBUCO DA COSTA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FELIPE PERNAMBUCO DA COSTA
DATA : 05/10/2022
HORA: 09:00
LOCAL: Participação por videoconferência via Google Meet
TÍTULO:

PREFERÊNCIA POR CORES E IMPORTÂNCIA DE PISTAS VISUAIS E QUÍMICAS PARA A INTERAÇÃO SOCIOSSEXUAL NO CAMARÃO Macrobrachium rosenbergii


PALAVRAS-CHAVES:

Palaemonidae, visão de cores, preferência visual, comunicação multimodal, seleção sexual


PÁGINAS: 201
RESUMO:

O camarão Macrobrachium rosenbergii é uma espécie de grande importância econômica. Há
três morfotipos de machos na espécie: machos pequenos podem transformar-se em machos de
quela laranja e estes em machos de quela azul. Há pouca informação sobre a ecologia
sensorial da espécie. Assim, esta pesquisa analisou a preferência dos camarões por diferentes
cores de abrigos em juvenis e adultos, a importância de pistas visuais para a escolha de
parceiros em machos e fêmeas e a importância relativa de pistas visuais e químicas para a
localização de parceiros em fêmeas. Para a análise da preferência por cores de abrigos,
primeiramente modelamos como os camarões visualizariam diferentes cores que poderiam ser
utilizadas na confecção dos abrigos, de modo a utilizar cores que nos permitissem avaliar se a
escolha dos animais é baseada em cromaticidade ou brilho. Posteriormente, inserimos os
camarões em um aquário contendo abrigos com as cores que definimos para análise da
atração dos animais pelas mesmas. Os juvenis preferiram o abrigo azul e basearam a decisão
na cromaticidade dos abrigos enquanto os adultos preferiram os abrigos cinza mais escuros e
apresentaram aversão ao abrigo cinza mais claro, baseando a decisão no brilho. Para a análise
da importância de pistas visuais para a escolha de parceiros, primeiramente fotografamos os
camarões e então criamos estímulos que correspondiam ao camarão em um fundo preto.
Modificamos no Photoshop a cor das quelas dos machos, a coloração do ovário das fêmeas
visualizada através do cefalotórax e o tamanho dos camarões. Analisamos a preferência de
machos por fêmeas de diferentes tamanhos e estados reprodutivos e a preferência de fêmeas
por machos de diferentes tamanhos e machos com quela azul ou laranja inserindo fotografias
em lados opostos do aquário. Também verificamos se as fêmeas seriam igualmente atraídas
pela fotografia do macho e pelo próprio macho presente em um aquário adjacente. Os machos
não apresentaram maior preferência por nenhuma fotografia da fêmea. As fêmeas não
apresentaram maior preferência por machos com quela azul ou laranja nem pelo macho real ou a fotografia do mesmo. Entretanto, elas preferiram mais a fotografia aumentada à
fotografia diminuída do macho. Para analisar a importância relativa de pistas visuais e
químicas dos machos para a atração das fêmeas, empregamos a fotografia do macho como
estímulo visual e água oriunda do aquário com o macho como estímulo químico. Nós
analisamos a atração das fêmeas pelos machos quando estavam presentes apenas pistas
químicas, pistas químicas e visuais presentes do mesmo lado do aquário, e pistas químicas e
visuais presentes em lados opostos do aquário. As fêmeas foram atraídas apenas quando havia
pistas químicas e visuais presentes do mesmo lado do aquário. Assim, concluímos que pistas
visuais são utilizadas pelos camarões em diferentes contextos, como na escolha de abrigos e,
no caso das fêmeas, na escolha de parceiros. Pistas químicas também foram importantes,
permitindo, juntamente com pistas visuais, que os machos sejam localizados pelas fêmeas.
Nossos resultados possibilitam uma maior compreensão da ecologia sensorial da espécie e o
aprimoramento do cultivo desses animais.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1476621 - DANIEL MARQUES DE ALMEIDA PESSOA
Interno - 1149552 - ARRILTON ARAUJO DE SOUZA
Externo ao Programa - 1865104 - SERGIO MAIA QUEIROZ LIMA - UFRNExterna ao Programa - 4321648 - VIRGINIA MARIA CAVALARI HENRIQUES - UFRNExterno à Instituição - FELIPE MALHEIROS GAWRYSZEWSKI - UnB
Externo à Instituição - VINÍCIUS DE AVELAR SÃO PEDRO - UFSCAR
Notícia cadastrada em: 28/09/2022 13:51
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa21-producao.info.ufrn.br.sigaa21-producao