Banca de QUALIFICAÇÃO: SIMONE PERUZZO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : SIMONE PERUZZO
DATA : 30/03/2022
HORA: 15:00
LOCAL: Sala da Pós-graduação
TÍTULO:

O IR E VIR DA GENTE, COESÃO DE GRUPOS DE MACACOS-PREGO (Sapajus flavius)


PALAVRAS-CHAVES:

macacos-prego, coesão, fragmentação, disponibilidade de alimento


PÁGINAS: 19
RESUMO:

Fatores ambientais são importantes preditores de comportamentos assumidos e mudanças observadas dentro dos grupos sociais, que se ajustam “à realidade” do ambiente como forma de maximizar os esforços de forrageio. A coesão dos grupos sociais é um indicador da intensidade de competição alimentar e do risco de predação na área, variando de acordo com fatores como sazonalidade e distribuição dos alimentos, período do dia, presença de predadores, idade e sexo dos indivíduos. O presente estudo se propõe a fazer uma análise da coesão espacial de um grupo de macacos-prego galegos habituados à presença humana e não provisionados, que habitam um fragmento de Mata Atlântica em estágio secundário de regeneração na divisa entre os estados da Paraíba e Pernambuco. A produção do fragmento, que vem sendo monitorada por nosso grupo de estudos desde 2009, é baixa, podendo ser um fator muito influente nas dinâmicas de forrageio, coesão e deslocamento utilizadas pelo grupo do estudo, assim como a presença de matriz produtora de cana-de-açúcar na borda do fragmento, que serve aos macacos como alimentos substitutos durante os períodos de baixa produtividade. Para avaliar a coesão do grupo social será utilizada a metodologia de varredura e a distância entre os indivíduos será considerada como indicador da coesão do grupo. Analisaremos quais fatores apresentam maior influência na coesão do grupo, sendo eles: disponibilidade/produtividade sazonal de alimentos, hora do dia, classificação sexo/etária dos indivíduos, comportamento, estrato arbóreo utilizado, e proximidade a borda. Através de modelos mistos testaremos as predições e determinaremos qual modelo melhor reflete a dinâmica de coesão do grupo, o que nos revelará qual ou quais variáveis são mais significativas na determinação da coesão.


MEMBROS DA BANCA:
Interna - 049.973.494-70 - LUANE MARIA STAMATTO FERREIRA - UFRN
Presidente - 2696495 - RENATA GONCALVES FERREIRA
Notícia cadastrada em: 23/03/2022 20:58
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao