Banca de QUALIFICAÇÃO: JOSILENE SOARES CARVALHO SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOSILENE SOARES CARVALHO SANTOS
DATA: 05/11/2013
HORA: 11:00
LOCAL: Sala de aula da Pós Graduação em Psicobiologia
TÍTULO:

ESTRUTURA DAS REDES SOCIAIS DE Callithrix jacchu


PALAVRAS-CHAVES:

Competição; cooperação; estrutura social; análise de rede social; primatas.


PÁGINAS: 19
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

A estrutura das redes sociais nas sociedades animais refere-se às interações sociais e as relações entre os membros do grupo social. Abordagens destas redes são essenciais para descrever os padrões de associação, além de fornecer ferramentas para investigar a dinâmica da estrutura social. A variedade de estruturas sociais é limitada pelo ambiente, anatomia, fisiologia e história de vida de cada espécie, entretanto, animais que apresentam capacidades cognitivas mais avançadas têm estruturas sociais mais complexas, que pode variar consideravelmente entre espécies, nos primatas, há uma variação bastante acentuada e a complexidade das relações é provocada pela capacidade de discriminar indivíduos confiáveis dos não confiáveis. Contudo, para compreendermos a estrutura das redes sociais de um grupo necessitamos conhecer as interações ecológicas intraespecíficas, entre as quais estão os comportamentos de competição e cooperação. Na maioria das espécies de primatas, inclusive o sagui comum (Callithrix jacchus), as frequências desses comportamentos podem oscilar com o tipo de sistema de acasalamento de cada grupo e com as condições ecológicas do ambiente, o que desperta grande interesse sobre a estrutura social nesta ordem. Então, o estudo dos comportamentos afiliativos, agonistas, sexuais e de cuidado à prole do sagui comum (Callithrix jacchus) poderá nos fornecer informações sobre a estrutura das redes sociais desta, e como esta estrutura varia ao longo do tempo. Para isso, estamos observando todos os indivíduos adultos de um grupo social, uma vez por mês cada indivíduo, através do método animal focal de dia completo, e esperamos encontrar diferenças nas estruturas das redes sociais e nas densidades das relações, associadas à condição reprodutiva da fêmea reprodutora, às mudanças demográficas e/ou ambientais.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1149552 - ARRILTON ARAUJO DE SOUZA
Interno - 350638 - MARIA DE FATIMA ARRUDA DE MIRANDA
Notícia cadastrada em: 01/11/2013 16:15
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa10-producao.info.ufrn.br.sigaa10-producao