Banca de DEFESA: FLAVIA FERREIRA LEMOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : FLAVIA FERREIRA LEMOS
DATA : 31/03/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Sala Virtual RUTE do HUOL através do link:  https://conferenciaweb.rnp.br/webconf/posgraduacao-huol
TÍTULO:

INTERVENÇÃO NA CONSCIÊNCIA FONOLÓGICA E VOCABULÁRIO EM CRIANÇAS DE BAIXA RENDA EM FASE DE ALFABETIZAÇÃO.


PALAVRAS-CHAVES:

linguagem infantil, leitura, aprendizagem, vocabulário, intervenção educacional precoce, classe social.


PÁGINAS: 80
RESUMO:

Introdução: crianças de níveis socioeconômicos baixo são mais propensas a apresentar dificuldades em leitura e os programas de resposta à intervenção (RTI) podem contribuir positivamente para o desenvolvimento desta habilidade. Objetivo: verificar a efetividade de uma intervenção em consciência fonológica e vocabulário expressivo em crianças de baixa renda no início da alfabetização. Método: estudo intervencional, longitudinal, retrospectivo e documental, realizado pela coleta de um banco de dados de crianças do 1° ano do Ensino Fundamental I. Participaram 127 crianças com idades entre 6 e 7 anos, de ambos os sexos, distribuídos em dois grupos: grupo intervenção (GI): 40 escolares submetidos  à intervenção na consciência fonológica e vocabulário e, grupo controle (GC):  87 crianças não expostas à intervenção. Nas avaliações comparativas de pré e pós intervenção foram analisadas habilidades de consciência fonológica, nomeação automática rápida, memória operacional fonológica, identificação de letras e vocabulário expressivo. Na comparação intragrupo foi utilizado o teste Mann-Whitney e,  para comparação intragrupo o teste Wilcoxon. Resultados: na análise intragrupo, o GI mostrou desempenho estatisticamente significante após a intervenção, com melhora em consciência fonológica (silábica, fonêmica e total), RAN de dígitos e letras, memória operacional fonológica em dígitos de ordem direta e inversa e identificação de letras. No GC, houve melhora em todas as habilidades do processamento fonológico e vocabulário expressivo nas categorias semânticas vestuário, alimentos, animais, transportes, locais e brinquedos. Na comparação entre grupos na pré-intervenção houve diferença estatisticamente significante na consciência silábica e na pós-intervenção não houve diferença entre grupos, evidenciando melhora do GI na consciência fonológica. Conclusão: a intervenção demonstrou efetividade no desenvolvimento de habilidades do processamento fonológico no GI.  


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2143029 - CINTIA ALVES SALGADO AZONI
Interna - 035.716.504-76 - ISABELLE CAHINO DELGADO - UFPB
Externa à Instituição - ANA LUIZA GOMES PINTO NAVAS - FCMSCSP

Notícia cadastrada em: 29/03/2021 10:18
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa22-producao.info.ufrn.br.sigaa22-producao