Banca de DEFESA: MARIA EDUARDA BRAGA DE ARAUJO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARIA EDUARDA BRAGA DE ARAUJO
DATA : 30/03/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Sala Virtual RUTE do HUOL através do link: https://conferenciaweb.rnp.br/webconf/posgraduacao-huol
TÍTULO:

Achados auditivos periféricos e centrais em crianças com transtornos da comunicação 


PALAVRAS-CHAVES:

Linguagem Infantil; Fala; Audição; Reflexo Acústico; Eletrofisiologia. 


PÁGINAS: 58
RESUMO:

Introdução: Os transtornos da comunicação englobam comprometimentos na linguagem, na fala e na comunicação. Sabendo-se da estreita relação entre audição e desenvolvimento da linguagem e da fala, exames auditivos podem ser utilizados na tentativa de auxiliar na identificação precoce e no processo terapêutico de crianças com os referidos transtornos. Objetivo: Averiguar as respostas do reflexo acústico estapediano (RAE) em crianças com transtorno do desenvolvimento da linguagem (TDL) ou transtorno fonológico (TF), bem como verificar as características do potencial evocado auditivo cortical (PEAC) na apraxia de fala na infância (AFI). Método: Dissertação estruturada em dois manuscritos: (1) estudo transversal em que a casuística foi composta por sujeitos com TDL, TF, com queixa de linguagem ou sem queixa de linguagem. Os participantes foram submetidos à avaliação audiológica completa e, posteriormente, os responsáveis responderam um questionário sobre o desenvolvimento das suas respectivas crianças; (2) relato de caso de uma criança do sexo masculino, com diagnóstico prévio de AFI e encaminhada para diagnóstico audiológico. Realizou-se a avaliação audiológica completa e o PEAC com estímulo de fala. Resultados: O maior quantitativo de RAE ausentes ou aumentados foi verificado nas crianças com TDL ou TF em comparação com os sujeitos sem queixa de linguagem. Ademais, observou-se assimetria entre as orelhas nos valores de latência do PEAC em um caso clínico com AFI. Conclusão: As alterações no RAE mostraram-se prevalentes em crianças com transtornos de linguagem e, juntamente com o PEAC, podem ser sinalizadores objetivos para a identificação precoce de transtornos da comunicação. 


MEMBROS DA BANCA:
Interna - 2321749 - ANA MANHANI CACERES ASSENCO
Presidente - 2358823 - ELIENE SILVA ARAUJO
Externa à Instituição - JOSILENE LUCIENE DUARTE - UFS
Notícia cadastrada em: 11/03/2021 11:16
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa22-producao.info.ufrn.br.sigaa22-producao