Banca de QUALIFICAÇÃO: LEILA JULIANE PINHEIRO DO NASCIMENTO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : LEILA JULIANE PINHEIRO DO NASCIMENTO
DATA : 16/10/2020
HORA: 09:00
LOCAL: Sala Virtual RUTE do HUOL através do link: https://conferenciaweb.rnp.br/webconf/posgraduacao-huol
TÍTULO:

EMISSÕES OTOACÚSTICAS EVOCADAS TRANSIENTES POR SUPRESSÃO CONTRALATERAL EM BEBÊS COM SÍFILIS CONGÊNITA

 


PALAVRAS-CHAVES:

audição, bebê, testes auditivos, sífilis congênita, infecções congênitas


PÁGINAS: 80
RESUMO:

Introdução: A sífilis é um problema de saúde pública global com desafios complexos que apresentam vários esforços e demandas para o seu controle. Em mulheres grávidas o Treponema pallidum pode ser transmitido ao feto, acarretando a sífilis congênita, sendo um indicador de risco para a deficiência auditiva, pois há evidência da presença de perda auditiva sensorioneural tardia relacionada a sua transmissão vertical ao bebê. Pautada nessa premissa, a via auditiva eferente, em especial, a região olivococlear medial e as células ciliadas externas, podem ser avaliadas pelas emissões otoacústicas evocadas transientes por supressão contribuindo na identificação da maturação de processos fisiológicos importantes desta via em bebês com sífilis congênita. Objetivo: Estudo 1 - Caracterizar as emissões otoacústicas transientes por supressão em crianças sem indicadores de risco para a perda auditiva no primeiro ano de vida. Estudo 2 - Analisar o efeito inibitório do ruído contralateral nas emissões otoacústicas evocadas transientes em bebês com sífilis congênita. Metodologia: Estudo 1 – Revisão sistemática registrada no PROSPERO sob número CRD42020187035, com busca nas bases de dados Latin American and Caribbean Health Sciences (LILACS), PubMed, Scopus, Web of Science e LIVIVO The Search Portal for Life Sciences, além de pesquisa na literatura cinzenta e busca manual nas referências dos estudos incluídos. Estudo 2 – Transversal e prospectivo aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa n°3.360.991. A amostra total foi constituída de 33 bebês, todos apresentaram ondas I-III-V no PEATE à 80 dB nNA e onda V à 30 dB nNA, presença de EOAT não-linear bilateralmente. A análise da supressão foi realizada por meio das EOAT linear sem ruído à 60 dB NPS e com ruído branco contralateral a 60 dB NPS. A média de inibição foi obtida subtraindo as EOAT sem ruído das EOAT com ruído. Resultados parciais: Estudo 1 – Foram localizados 2688 artigos, após as etapas de seleção, 15 estudos atenderam os critérios de elegibilidade. O período de publicação variou de 1994 a 2019, os estímulos empregados foram: linear, não-linear e o clique não filtrado. Quanto a idade os estudos apresentam dados até os 6 meses, existindo uma lacuna até os 12 meses de idade. Todos os artigos demonstram supressão das EOAT nos sujeitos sem indicadores de risco com a média variando entre as amostras. Estudo 2 - o Grupo Estudo (GE) composto por 20 bebês com sífilis congênita, 12 (60%) do sexo masculino e 8 (40%) feminino e o Grupo controle (GC) formado por 13 bebês sem indicadores de risco para a perda auditiva, sendo 5 (38,46%) masculino e 8 (61,5%) feminino. Ao analisar as amplitudes das EOAT sem ruído e com ruído foram observadas menores amplitudes para o grupo estudo em ambas condições, quando analisada em conformidade ao sexo as amplitudes foram maiores para o sexo feminino no grupo estudo e no sexo masculino para o grupo controle bilateralmente. Conclusão preliminar: Estudo 1 – A inibição eferente ocorre em bebês sem fatores de risco para a perda auditiva em protocolos com características de captação diferentes, gerando médias de respostas que não permite até o momento um valor clínico normativo. Estudo 2 – O efeito inibitório do ruído contralateral nas EOAT dos bebês com sífilis congênita não difere dos sem fatores de risco para a perda auditiva, apresentando qualitativamente menores amplitudes para cada condição de teste.


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - ALESSANDRA SPADA DURANTE - FCMSCSP
Interna - 2358823 - ELIENE SILVA ARAUJO
Presidente - 1804274 - SHEILA ANDREOLI BALEN
Notícia cadastrada em: 17/09/2020 17:29
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2022 - UFRN - sigaa09-producao.info.ufrn.br.sigaa09-producao