Banca de DEFESA: JOSEMARIA DE MEDEIROS BATISTA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : JOSEMARIA DE MEDEIROS BATISTA
DATA : 31/01/2022
HORA: 09:00
LOCAL: Escola de Saúde - Plataforma Google Meet
TÍTULO:

Acompanhamento do crescimento e desenvolvimento infantil coletivo em unidade de saúde da família de um município do rio grande do norte.


PALAVRAS-CHAVES:

Atenção Integral a Saúde da Criança. Crescimento e Desenvolvimento. Atenção Primária à Saúde.


PÁGINAS: 135
RESUMO:

No Brasil, o direito universal à saúde foi garantido constitucionalmente em 1988, com a criação do Sistema Único de Saúde. Vários esforços foram tomados para que houvesse uma melhora significativa nos indicadores de saúde da criança, a exemplo do Programa de Assistência Integral à Saúde da Criança. Porém, apesar dos avanços e do investimento em políticas públicas voltadas para esta população e da redução significativa nas taxas de mortalidade infantil, outros agravos vem ganhando espaço neste cenário como a prevalência da obesidade infantil, óbitos evitáveis por causas externas como acidentes e violências, além de agravos relacionados as más condições de vida, sendo imprescindível reorganizar as ações de saúde para este público, baseadas na integralidade do cuidado. Objetiva-se construir um plano para implantação do acompanhamento do Crescimento e Desenvolvimento coletivo sob a ótica interdisciplinar em uma Estratégia de Saúde da Família. Trata-se de um estudo descritivo, de abordagem qualitativa, desenvolvido por meio da pesquisa-ação participativa, à luz da proposta de Thiollent. O estudo foi desenvolvido com os profissionais da Estratégia de Saúde da Família 01, envolvidos no cuidado com crianças, lotados na Unidade de Saúde da Família Maria Fausta de Medeiros Dantas, localizada no Município de São José do Seridó/RN, totalizando 13 sujeitos. A construção do plano de implantação foi realizada coletivamente a partir das rodas de conversas em quatro seminários realizados. Os dados foram coletados nos momentos das rodas de conversa através da gravação do áudio das falas dos profissionais participantes, que posteriormente foram transcritas na íntegra e em seguida o documento foi transferido para o software ATLAS.ti® web para auxiliar no processo de análise. Dos achados construídos a partir das transcrições das entrevistas emergiram quatro categorias de análise: a)O que pensamos, que traz o entendimento dos sujeitos da pesquisa sobre o acompanhamento coletivo do crescimento e desenvolvimento infantil; b) Como fazemos e o que queremos, abordando o fazer cotidiano dos profissionais envolvidos na pesquisa, como pretendem fazer a operacionalização dos encontros de acompanhamento coletivo das  crianças, bem como a construção dos temas que serão abordados nesses encontros; c) Potencialidades do acompanhamento coletivo do crescimento e desenvolvimento infantil, retratando os aspectos positivos da implantação deste tipo de acompanhamento apontadas pelos participantes da pesquisa e d) Dificuldades para a implantação do acompanhamento coletivo do crescimento e desenvolvimento que versa sobre os desafios para que este modelo de acompanhamento seja implantado. De maneira geral, as narrativas apontam para o a importância da realização de atividades coletivas, bem como para o desejo da equipe em desenvolver trabalhos com grupos. Em contrapartida evidencia-se o desconhecimento dos profissionais sobre temas importantes como integralidade, trabalhado em equipe, bem como sobre o acompanhamento do crescimento infantil em si, além de um cuidado fragmentado e excessivamente especializado, apontando para a necessidade de investimento em educação permanente. Como produto técnico elaborou-se um plano de ação para a implantação do acompanhamento do crescimento e desenvolvimento coletivo para crianças de 0 a 6 meses de vida, um folder informativo para os pais e um instrumento de planejamento utilizado para organizar as ações que acontecerão em cada encontro com as crianças. A partir das reflexões e contribuições provenientes deste estudo, espera-se contribuir positivamente para efetivar a assistência integral à saúde da criança e de sua família. Em relação aos profissionais envolvidos, espera-se ampliar o processo de ensino-aprendizagem, sob a ótica do trabalho interprofissional colaborativo, rompendo com a fragmentação e a especificidade excessiva dos saberes e a promoção de um cuidado integral a saúde da criança e garantindo assim, um crescimento e desenvolvimento adequados para esta faixa etária.


MEMBROS DA BANCA:
Interna - 106.578.944-00 - GRÁCIA MARIA DE MIRANDA GONDIM - ENSP
Presidente - 2344942 - JOVANKA BITTENCOURT LEITE DE CARVALHO
Interna - 2295095 - LYGIA MARIA DE FIGUEIREDO MELO
Externo à Instituição - MÉRCIO GABRIEL DE ARAÚJO
Notícia cadastrada em: 14/01/2022 16:23
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa23-producao.info.ufrn.br.sigaa23-producao