Banca de DEFESA: KARLA CRISTINA BARBOSA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : KARLA CRISTINA BARBOSA
DATA : 15/12/2021
HORA: 09:00
LOCAL: Escola de Saude da UFRN
TÍTULO:

PRÁTICAS E SABERES NA EDUCAÇÃO EM SAÚDE: CONSTRUÇÃO E VALIDAÇÃO DE INSTRUMENTO ORIENTADOR AO CUIDADO EM SAÚDE DE PACIENTES TRANSPLANTADOS RENAIS.


PALAVRAS-CHAVES:

Enfermagem. Enfermagem em nefrologia. Transplante renal. Tecnologia educacional.


PÁGINAS: 87
RESUMO:

O objetivo desta pesquisa foi construir uma caderneta de saúde, voltada aos indivíduos submetidos ao transplante renal, baseada nas principais dificuldades elencadas pelos transplantados após alta hospitalar e retorno ao ambiente domiciliar. O transplante é a terapia de substituição renal considerada padrão ouro para o tratamento das doenças renais crônicas em estágio final. No contexto das doenças crônicas não transmissíveis, que são responsáveis por cerca de 70% de todas as mortes no mundo, a doença renal crônica se destaca como um grave problema de saúde pública por sua elevada morbidade e mortalidade. A adesão às práticas terapêuticas, é condição primordial para o sucesso do transplante renal, sendo a educação em saúde fator fundamental nesse processo. Trata-se de um estudo descritivo, de abordagem qualitativa, com percurso metodológico da pesquisa convergente assistencial (PCA), método que possibilita a convergência entre pesquisa e prática assistencial concomitantemente. O cenário do estudo foi o ambulatório de transplante renal de um hospital universitário no estado do Rio grande do Norte. Os participantes da pesquisa foram 15 pacientes submetidos ao transplante renal, que são acompanhados na instituição. A pesquisa foi realizada a partir de entrevistas presenciais com os pacientes, após assinatura do termo de consentimento livre e esclarecido (TCLE). Esse momento seguiu um roteiro, instrumento criado pela pesquisadora, composto por caracterização sócio-demográfica-cultural e perguntas abertas para entrevista semiestruturada. Foram considerados os aspectos éticos, segundo a Resolução n° 466/2012-CNS. O tratamento dos dados foi realizado com apoio de programas como o Interface de R pour les Analyses Multidimensionnelles de Textes et de Questionnaires (IRaMuTeQ), e o Statistical Package for the Social Science (SPSS). Os resultados obtidos evidenciaram quatro classes, compostas por palavras que demonstraram o caráter positivo relacionado à realização do transplante renal, sentimentos negativos relacionados às terapias dialíticas, a importância dos profissionais de saúde, com destaque para enfermeiros, nutricionistas e médicos, nas orientações de cuidado e as dificuldades enfrentadas após transplante. As dificuldades relatadas pelos participantes foram principalmente às ligadas ao uso correto dos imunossupressores e adoção de uma dieta saudável, com redução de açúcar, sal e gordura, dentre outros. A partir desses levantamentos foi criada a caderneta de saúde do transplantado renal, composta principalmente por orientações de cuidado pós-transplante e local para registro de informações de seguimento ambulatorial. Considera-se que outros estudos sobre essa temática devem ser feitos, já que o sucesso do transplante renal depende sobretudo da adesão que o paciente faz da terapêutica proposta. Nesse sentido, estudar quais as principais dificuldades enfrentadas pelos pacientes e quais estratégias podem ser lançadas para que o indivíduo assuma uma postura participativa no cuidado de si, faz toda a diferença para melhorar a vida do indivíduo submetido ao transplante renal.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2881512 - THEO DUARTE DA COSTA
Interna - 2568454 - ELISANGELA FRANCO DE OLIVEIRA CAVALCANTE
Externo à Instituição - TACIANA DA COSTA FARIAS ALMEIDA
Notícia cadastrada em: 23/11/2021 15:32
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa24-producao.info.ufrn.br.sigaa24-producao