Banca de DEFESA: BRUNA KELLY PAULINO SOUZA DE FREITAS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : BRUNA KELLY PAULINO SOUZA DE FREITAS
DATA : 15/04/2021
HORA: 14:00
LOCAL: Escola de Saúde - Plataforma Google Meet
TÍTULO:

HUMANIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA NO PROCESSO PARTURITIVO: instruindo mulheres em uma maternidade escola do Rio Grande do Norte


PALAVRAS-CHAVES:

Humanização da assistência. Obstetrícia. Maternidade. Enfermagem.


PÁGINAS: 106
RESUMO:

Introdução: Ao longo dos séculos, o ato de parir passou por diversas transformações. Um processo doméstico, acompanhado apenas por mulheres, cujo principal sujeito era a parturiente, passou a ser hospitalizado, medicalizado, acompanhado por profissionais de saúde e protagonizado pela figura do médico. Junto com os avanços tecnológicos responsáveis por institucionalizar o parto e o nascimento, ocorreram mudanças negativas no cuidado à parturiente em virtude da perda da sua autonomia, a exemplo de atos violentos, como tratamento desumanizado e patologização dos processos naturais. O tema em questão possui relevância social justificada por abordar assuntos relativos aos direitos humanos, especialmente às questões relativas ao gênero feminino, além de discutir fenômenos inerentes ao processo de trabalho em saúde, bem como ilustrar a necessidade de políticas públicas e de saúde eficazes no controle desta problemática. Objetivo: Compreender o nível de entendimento das puérperas sobre o conceito de humanização no trabalho de parto, bem como as boas práticas na atenção ao parto e nascimento. Método: Trata-se de uma pesquisa de natureza, exploratória, descritiva e qualitativa desenvolvida na Maternidade Escola Januário Cicco, junto a mulheres que pariram nesta instituição e se encontram no puerpério imediato. Os dados foram coletados entre os meses de agosto e novembro de 2020 e foram codificados e analisados por meio da técnica de análise de conteúdo, na modalidade de análise temática de acordo com Bardin. Resultados e Discussão: Os resultados que emergiram das falas das entrevistadas deram origem a três categorias temáticas: sentimentos vivenciados pelas parturientes no processo parturitivo, entendimento das parturientes acerca do processo parturitivo e oferta de boas práticas às parturientes no processo parturitivo. Foram identificados alguns fatores que dificultam a humanização da assistência no processo parturitivo e sugerido medidas para reverter esta situação, tendo como produto decorrente do estudo um Guia Prático que minimize lacunas do processo assistencial. Considerações Finais: Diante dos resultados da pesquisa considera-se que as Boas Práticas de Atenção ao Parto e Nascimento já são uma realidade vivenciada na instituição, mesmo porque a grande maioria dos relatos ressalta sentimentos de satisfação em virtude da assistência recebida, o que demonstra a existência de um cuidado humanizado por parte das equipes de saúde. Como produto tecnológico, emergido dos resultados presentes nas categorias temáticas, as quais demonstraram potencialidades e fragilidades existentes na assistência prestada pela instituição, foi desenvolvido o Guia de Atenção ao Parto e Nascimento, no qual estão contidas as práticas disponibilizadas pela maternidade, onde estas são indicadas durante o processo parturitivo. Adicionalmente, é relevante destacar que o produto apresenta os direitos da parturiente, esclarecimentos sobre o fluxo de atendimento, bem como quanto a termos pertinentes ao trabalho de parto e parto utilizados no âmbito da Instituição. 


MEMBROS DA BANCA:
Externa à Instituição - ROSA MARIA DOS SANTOS MOREIRA - ESEnfC
Interna - 3149599 - ANA CRISTINA ARAUJO DE ANDRADE GALVAO
Presidente - 2344942 - JOVANKA BITTENCOURT LEITE DE CARVALHO
Notícia cadastrada em: 30/03/2021 11:21
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - | | Copyright © 2006-2023 - UFRN - sigaa26-producao.info.ufrn.br.sigaa26-producao