Banca de QUALIFICAÇÃO: MARCO AURELIO DOS SANTOS RAHN

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: MARCO AURELIO DOS SANTOS RAHN

DATA: 16/06/2011

HORA: 15:00

LOCAL: Sala 94 do Centro de Tecnologia - CT/UFRN

TÍTULO:

ESTUDO DAS PROPRIEDADES TERMOFÍSICAS COM VARIAÇÃO DA EXPANSIBILIDADE DE COMPÓSITO DESENVOLVIDO COM MATRIZ PUR-NOP E CARGA FUNCIONAL DE ARGILOMINERAL

Estudo das propriedades termofísicas com variação da

da expansibilidade de compósito desenvolvido com matriz

 PUR-NOP e carga FUNCIONAL de ARGILOMINERAL

PALAVRAS-CHAVES:

Compósito PUR-NOP, expansibilidade, propriedades termofísicas.


PÁGINAS: 179

GRANDE ÁREA: Engenharias

ÁREA: Engenharia Mecânica

RESUMO:

Neste estudo, foram realizados procedimentos experimentais para determinação da variação da expansibilidade da espuma rígida de poliuretano (PUR) de um poliol de óleo natural (NOP), especificamente o de mamona, Ricinus Communis, puro e acrescido de vermiculita na fase dispersa, em distintos percentuais, dentro de uma faixa de 0% a 20%, de substituição em massa. A partir das informações adquiridas, foram definidos os parâmetros para produção dos corpos de prova, placas obtidas através de expansão controlada, com volume final fixo. Inicialmente, as placas foram submetidas a testes de desempenho térmico, sendo avaliados os perfis de temperatura, para posteriormente serem extraídas amostras, devidamente preparadas conforme as condições exigidas para cada ensaio. Procedeu-se então a determinação dos valores do coeficiente de condutividade térmica (l), calor específico volumétrico (ρcp) e difusividade térmica (α). Os valores encontrados foram comparados com os resultados obtidos nos testes de desempenho térmico, contribuindo para validação dos mesmos. Por fim, foi investigada a influência das alterações na estrutura físico-química do material, sobre a variação das grandezas termofísicas, por meio de picnometria a gás, microscopia eletrônica de varredura (MEV) combinada com espectroscopia de fluorescência de raios-X por energia dispersiva (EDXRF), espectroscopia de infravermelho com transformada de Fourier (FTIR), análise termogravimétrica (TGA) e análise térmica diferencial (DTA). Com base nos resultados obtidos foi possível demonstrar que todos os percentuais de carga analisados promoveram um aumento do potencial de expansão (PE) da resina. Na produção das placas, os compósitos com densidade próxima à expansão livre apresentaram grande contração na cura, sendo adotados os de maior densidade como padrão definitivo. Nos ensaios de desempenho térmico, as curvas de aquecimento e resfriamento dos diferentes compósitos apresentaram simetria e valores muito próximos para as linhas de temperatura. Os resultados obtidos para as propriedades termofísicas dos compósitos, demonstraram pouca diferença em relação aos da espuma pura. O percentual de poros abertos e irregularidades na morfologia dos compósitos foram proporcionais ao incremento da vermiculita. Na interação entre os componentes da matriz e fase dispersa não foram gerados novos compostos. Os compósitos de PUR-NOP e vermiculita apresentaram propriedades isolantes térmicas próximas as da espuma pura e percentual significativamente menor de plástico em sua composição, para a formulação com 10% de carga.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1235107 - GEORGE SANTOS MARINHO
Externo ao Programa - 277076 - OTONIEL MARCELINO DE MEDEIROS
Externo à Instituição - ROBERTO SILVA DE SOUZA - IFRN
Notícia cadastrada em: 09/06/2011 14:58
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa08-producao.info.ufrn.br.sigaa08-producao