Banca de QUALIFICAÇÃO: ELISÂNGELA BEZERRA DAS NEVES HOLANDA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ELISÂNGELA BEZERRA DAS NEVES HOLANDA
DATA : 07/06/2017
HORA: 14:30
LOCAL: Sala 94 do Centro de Tecnologia - CT/UFRN
TÍTULO:

ELABORAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE BIOBLENDAS PROTEÍCAS COM NANOTUBOS DE CARBONO E SUA POTENCIAL UTILIZAÇÃO COMO PLATAFORMA PARA BIOSSENSOR


PALAVRAS-CHAVES:

Nanotubos de carbono. Aloe vera. Bioblenda proteica. Colágeno. Nanocompósitos.


PÁGINAS: 135
RESUMO:

Nos últimos anos, nanocompósitos formados a partir de materiais poliméricos e nanotubos de carbono (NTCs) têm sido extensivamente estudados devido às suas interessantes propriedades mecânicas e possíveis aplicações nas mais diversas áreas. Este trabalho apresenta a preparação e caracterização de bioblendas proteicas com NTCs funcionalizados ácido e ácido + de quitosana. A pesquisa está dividida em duas etapas: A primeira traz uma abordagem sobre a preparação e caracterização dos materiais utilizados para a obtenção da bioblenda (NTCs, colágeno parcialmente hidrolisado (CPH), colágeno de tilápia (CT) e extrato de aloe vera (EAV)). Inicialmente foi realizado diferentes processos de funcionalização de NTCs visando a inserção de grupos funcionais. Após a funcionalização os NTCs foram caracterizados por diferentes técnicas. O EAV foi extraído e homogeneizado ao ponto de gel, sendo depois filtrado para a retirada das fibras insolúveis e posteriormente caracterizado. O CPH foi adquirido no mercado local e o CT foi doado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária do Ceará (EMBRAPA/CE), ambos foram caracterizados por técnicas semelhantes. Após as caracterizações dos materiais deu-se início a segunda etapa da pesquisa. As bioblendas foram obtidas através do método “casting”, em seguida foram caracterizadas. Por se tratar de um material polimérico com aspecto de filme (plástico), foram realizados ensaios de tração de acordo com a norma ASTM D882-00 para investigar as propriedades mecânicas do novo material. Os resultados obtidos através das análises do processo de funcionalização dos NTCs revelaram que as amostras funcionalizadas com a quitosana tende a aumentar o diâmetro do tubo e que os melhores resultados de oxidação foram para as amostras que passaram pelo processo de funcionalização ácida e funcionalização ácida + quitosana. Os resultados obtidos pela Espectroscopia Raman provaram que o processo de funcionalização foi realizado com êxito, possibilitando na inserção de grupos funcionais nas paredes dos tubos. As Micrografias Eletrônica de Varredura (MEV) do EAV mostraram a presença de fibras insolúveis. As imagens via MEV obtidas do CT revelaram a presença de sais na superfície da partícula e materiais de natureza fibrilar. O Índice de carbonila calculado a partir da Espectroscopia de Infravermelho com transformada de Fourier (FTIR) revelou que o CPH tem mais facilidade para forma matriz polimérica e se ligar a outros materiais. Testes preliminares revelaram que o CT não possui capacidade de formar filmes e que o aumento em proporção superior a 15% em massa em relação ao CPH prejudica a formação da matriz. Não foi possível utilizar como solvente 100% do EAV, pois a análise subjetiva mostrou aspecto ressecado e opacidade nas blendas. A análise da imagem via MEV com o software ImageJ® da bioblenda com NTCs mostrou que não houve aglomeração na matriz. Os resultados dos ensaios de tração mostraram que tanto o biofilme controle (elaborado com CPH) quanto a bioblenda com NTCs possuem boa resistência. O biofilme de CPH apresentou tensão média de 11,63 MPa e a bioblenda com NTCs 8,03 MPa, sendo o módulo de elasticidade maior para a bioblenda com NTCs que apresentou um valor médio de 321,52 MPa. Os valores obtidos através dos ensaios de tração mostraram resistência mecânica maiores que os reportados na literatura, o que mostra que o material obtido possui boa interação entre as cadeias poliméricas, além de se mostrar como atrativa para aplicação na área da bioengenharia.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANDREA LIMA DE SA - UES - RN
Externo ao Programa - 1645110 - CARLOS ALBERTO MARTINEZ HUITLE
Externo à Instituição - IRIS OLIVEIRA DA SILVA - NENHUMA
Externo ao Programa - 2941160 - JOSE HERIBERTO OLIVEIRA DO NASCIMENTO
Presidente - 6346998 - RASIAH LADCHUMANANANDASIVAM
Notícia cadastrada em: 25/05/2017 16:18
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa03-producao.info.ufrn.br.sigaa03-producao