Banca de DEFESA: MARIA AUGUSTA CAVALCANTI SOARES

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : MARIA AUGUSTA CAVALCANTI SOARES
DATA : 19/12/2016
HORA: 08:00
LOCAL: Auditório do Centro de Tecnologia - CT/UFRN
TÍTULO:

FUNCIONALIZAÇÃO DE NANOTUBOS DE CARBONO E SUA IMOBILIZAÇÃO EM FIBRAS TÊXTEIS DE SOJA PARA POTENCIAL APLICAÇÃO COMO SUPERCAPACITORES


PALAVRAS-CHAVES:

Nanotubos de carbono; Quitosana; Têxteis inteligentes; Supercapacitores; Fibras têxteis.


PÁGINAS: 80
RESUMO:

Nos últimos anos o desenvolvimento de supercapacitores vêm chamando bastante atenção por possuírem densidade de potência maior do que as baterias convencionais.  Para atender as demandas tecnológicas da sociedade moderna, a criação de dispositivos de armazenamento de energia leves, flexíveis e portáteis, também chamados de supercapacitores flexíveis, estão sendo estudados. Os nanotubos de carbono (CNTs –Carbon nanotubes) incrementam propriedades especiais aos substratos têxteis, tais como, melhoramento da condutividade elétrica e antiestética, aumento da durabilidade e condutividade/isolamento de calor. Os têxteis eletrônicos ou têxteis inteligente podem ser aplicados em diversas áreas, podendo atuar como fornecedores de energia para dispositivos de monitoramentos biomédicos ou implantes, equipamentos militares e para a construção civil. O presente trabalho tem como principal objetivo na formação de supercapacitores flexíveis utilizando um método para preparação e modificação dos nanotubos de carbono de múltiplas camadas (MWCNT – Multiwalled carbon nanotubes) para posterior impregnação em substrato têxtil de soja. A primeira etapa deste trabalho corresponde à formação de grupos funcionais na estrutura dos MWCNTs para sua dispersão em água através da funcionalização com diferentes ácidos (H2SO4 – ácido sulfúrico e HNO3 – ácido nítrico), na proporção de 3:1, sendo purificados com HCl (ácido clorídrico) e neutralizados com hidróxido de amônio (NH4OH). Na segunda etapa o material foi funcionalizado com 20% de quitosana sobre o peso do material, afim de cationizar os MWCNT e para potencializar sua adsorção em malha de soja. Posteriormente a amostra de soja passou pelo processo de alvejamento para a incorporação do material em sua estrutura via processo de esgotamento de acordo com um planejamento experimental, onde foram estabelecidos parâmetros como: temperatura (°C), tempo (min.) e concentrações (0%, 1,0%, 2,0% e 3,0% sob peso do material funcionalizado), para a identificação do melhor resultado. A malha de soja foi analisada para determinar o grau de brancura após o alvejamento. Os materiais foram caracterizados por Difração Raio X (DRX), Análise Termogravimétrica (TG), Fluorescência raio X (FRX), Espectroscopia Raman, Microscopia Eletrônica de Transmissão e Varrimento (MET e MEV), Espectroscopia de Absorção UV-vis, ensaios de condutividade elétrica, Voltametria Cíclica (VC), Ciclismo Galvanostático (CG) e Espectroscopia de Impedância Eletroquímica (EIE). As análises revelaram que a amostra produzida com concentração de 3,0% de CNTs modificados apresentou comportamento de um supercapacitor com  alta capacitância específica, além de possuír características têxteis favoráveis, tais como, flexibilidade, capacidade de lavagem e suavidade.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 1645110 - CARLOS ALBERTO MARTINEZ HUITLE
Externo à Instituição - ELAINE CRISTINA MARTINS DE MOURA - NENHUMA
Externo à Instituição - FABIO ROCHA FORMIGA - IGM
Externo ao Programa - 2941160 - JOSE HERIBERTO OLIVEIRA DO NASCIMENTO
Presidente - 6346998 - RASIAH LADCHUMANANANDASIVAM
Notícia cadastrada em: 13/12/2016 12:23
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa11-producao.info.ufrn.br.sigaa11-producao