Banca de QUALIFICAÇÃO: MOACIR BISPO RAMOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MOACIR BISPO RAMOS
DATA: 23/02/2015
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Aulas do PPGCEM - NTI/UFRN (Novo Prédio de Engenharia de Materiais - 2º Pavimento)
TÍTULO:

MODIFICAÇÃO DO ELETRODO AWS E-7018 COM ADIÇÃO DE FILMES FINOS EXTERNOS DE PLÁSTICO, ALUMÍNIO E TINTA SPRAY, PARA SOLDAGEM DE AÇO C-Mn SEM A NECESSIDADE DE RESSECAGEM DO CONSUMÍVEL


PALAVRAS-CHAVES:

Eletrodo. Revestimento básico. Solda. Plástico. ferrita acicular. Alumínio. Cozinha. Filmes.


PÁGINAS: 130
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Mecânica
RESUMO:

O presente trabalho propõe a modificação do revestimento de eletrodos de baixo hidrogênio, propiciando uma alternativa para execução de soldagem com o AWS E-7018 sem precisar resseca-los, reduzindo por conseguinte os custos financeiros e o tempo de fabricação de soldas estruturais de alta resistência. As soldas deste estudo foram produzidas a partir de eletrodos com revestimento básico (higroscópicos) – processo manual – pintados com tinta spray de alumínio para altas temperaturas ou revestidos com filmes finos de plástico deformável (PVC) e de papel alumínio (99,9%), comumente utilizados em cozinhas para proteção de alimentos. A premissa básica é, que estabelecendo uma barreira entre a atmosfera e o revestimento do eletrodo, poder-se-á diminuir os efeitos da alta higroscopicidade apresentada pelo revestimento, minimizando assim, a principal fonte de fornecimento de hidrogênio à poça de fusão durante a soldagem, também é esperado, que a adição de novos materiais no revestimento à poça de fusão, provoque alterações metalúrgicas no metal depositado e consequentemente alterações nas propriedades mecânicas. Mensurar o hidrogênio dissolvido no metal depositado após soldado com os eletrodos modificados, avaliar a influencia dessas modificações nas microestruturas produzidas, nas propriedades mecânicas da solda resultante e comparar esses resultados obtidos com procedimentos de soldagem padrão normatizados e com os novos eletrodos impermeáveis recentemente desenvolvidos, balizou o estudo. Os resultados obtidos, na maioria das amostras soldadas com eletrodos modificados, apresentaram aumento significativo da resistência mecânica e de tenacidade, justificados pelo aumento percentual de ferrita acicular no metal depositado, sem, contudo, elevação significativa da dureza. Pode-se ainda observar que houve poucas modificações nos parâmetros de soldagem, mas, uma diminuição do heat input, quando comparados com a soldagem com eletrodo AWS E-7018 da forma tradicional.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1350249 - RUBENS MARIBONDO DO NASCIMENTO
Externo ao Programa - 1156996 - AUGUSTO JOSE DE ALMEIDA BUSCHINELLI
Externo ao Programa - 1938946 - NICOLAU APOENA CASTRO
Notícia cadastrada em: 20/02/2015 16:30
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa06-producao.info.ufrn.br.sigaa06-producao