Banca de QUALIFICAÇÃO: NATANAEYFLE RANDEMBERG GOMES DOS SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: NATANAEYFLE RANDEMBERG GOMES DOS SANTOS
DATA: 28/11/2014
HORA: 08:00
LOCAL: Laboratório de Máquinas Hidráulicas e Energia Solar - NTI/UFRN
TÍTULO:

OBTENÇÃO E CARACTERIZAÇÃO MECÂNICA, TÉRMICA E ACÚSTICA DE UM COMPÓSITO DE MATRIZ CERÂMICA QUE UTILIZA REJEITOS DE MÁRMORE E GRANITO PARA A FABRICAÇÃO DE BLOCOS PARA A CONSTRUÇÃO CIVIL


PALAVRAS-CHAVES:

Compósito, habitação, mármore e granito, reuso de Materiais, resíduos industriais.


PÁGINAS: 110
GRANDE ÁREA: Engenharias
ÁREA: Engenharia Mecânica
RESUMO:

A utilização de materiais compósitos para a construção civil tem sido tema de inúmeros trabalhos científicos no Brasil e no mundo. Um dos fatores que motivam essa busca é o déficit habitacional que os países principalmente do terceiro mundo enfrentam. No Brasil esse déficit alcança mais de 6,5 milhões de moradias, em torno de 12% dos domicílios do país. Esse trabalho apresenta um compósito que foi obtido a partir de resíduos gerados nos processos de obtenção de placas de granito e mármore, cimento, gesso, areia, EPS triturado e água. Esses resíduos causam grandes danos ao meio ambiente e são jogados em aterros em grandes quantidades. O ineditismo do trabalho está no estudo combinado térmico, mecânico e acústica do compósito obtido, em situação real, de cômodos que fazem parte de uma habitação experimental. Foram confeccionados diversos blocos a partir de composições variadas e foram efetuados testes preliminares de resistência mecânica e térmica, escolhendo-se a proporção mais apropriada. Serão apresentados os processos de fabricação e montagem dos blocos produzidos, em número de 500, para a fabricação de uma residência experimental. Estudou-se qual o tipo de bloco e de resíduo, mármore ou granito, apresentou-se mais viável para o fim proposto. A resistência mecânica dos blocos produzidos esteve acima de 3,0 MPa. A resistência térmica dos blocos foi comprovada pela diferença máxima entre as paredes interna e externa dos cômodos edificados em torno 8,0 °C. A absorção acústica para o cômodo mais eficiente ficou em torno 31. Demonstrou-se a viabilidade de utilização dos blocos fabricados com o material compósito proposto para a construção civil.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 348080 - JOSE UBIRAGI DE LIMA MENDES
Presidente - 349104 - LUIZ GUILHERME MEIRA DE SOUZA
Externo ao Programa - 3217842 - MARCOS SILVA DE AQUINO
Externo à Instituição - PRISCYLLA CINTHYA ALVES GONDIM - IFRN
Notícia cadastrada em: 24/11/2014 19:13
SIGAA | Superintendência de Informática - | | Copyright © 2006-2020 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao