Banca de QUALIFICAÇÃO: IZABEL FARIAS BATISTA LEITE

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : IZABEL FARIAS BATISTA LEITE
DATA : 26/04/2024
HORA: 09:00
LOCAL: meet.google.com/udn-dmnc-dfo
TÍTULO:

PROGRAMAÇÃO, PROBLEMA E SÍNTESE DO PROJETO ARQUITETÔNICO: Uma análise dos Trabalhos de Conclusão dos mestrados profissionais em Arquitetura do Brasil 


PALAVRAS-CHAVES:

Problemas de projeto. Programação arquitetônica. Programa arquitetônico. Mestrados profissionais.


PÁGINAS: 172
RESUMO:

A elaboração de um projeto - tal como a construção de um edifício – é uma tarefa complexa e exige do arquiteto determinado controle sobre todas as atividades que envolvem o seu processo. Portanto, compreender o programa arquitetônico como elemento balizador das decisões projetuais bem como dos resultados das variadas investigações acerca das necessidades, do orçamento disponível e dos desejos e das intenções dos usuários permite que o projetista amplie as suas percepções e as possibilidades de soluções no atendimento às problemáticas de projeto. O programa e a delimitação dos problemas são concretizados na etapa de programação arquitetônica. Tal contexto confluiu para o objetivo geral da pesquisa, que visa a analisar como ocorre a formulação dos problemas de projeto nos trabalhos de conclusão dos mestrados profissionais brasileiros (em Arquitetura e/ou Urbanismo e/ou Paisagismo), à luz da programação e do programa arquitetônico. Parte-se da hipótese de que a construção dos problemas, no processo de projeto, ocorre de maneira intuitiva e mediante uma análise aprofundada do contexto no qual o projeto será inserido, sem necessariamente utilizar como base os métodos de programação. Para alcançar os objetivos, a pesquisa se divide em dois eixos de abordagem: o primeiro utiliza como estratégia metodológica a análise quanti-qualitativa dos textos, ou seja, como o autor de cada trabalho se posiciona com relação a programação arquitetônica, ao programa e aos problemas (análise). Já o segundo eixo se dedica à análise qualitativa do projeto, visando compreender de quais formas ele responde aos problemas. O panorama observado no primeiro eixo da pesquisa demonstra que a maioria da produção dos mestrados profissionais brasileiros não cita ou utiliza métodos de programação, entretanto, utilizam muitas bases teórico-conceituais e consideram várias condicionantes para formular os problemas. No que se refere ao estudo piloto realizado em apenas um dos trabalhos de conclusão, observou-se que a construção dos problemas não se limita a aspectos predominantemente funcionais e inúmeras são as relações visualizadas entre os problemas e as respostas dada pelo projeto arquitetônico, de modo que uma solução atende a mais de um problema e, cada problema pode ter mais de um tipo de solução. Os fatos observados corroboram a compreensão de que projetar é uma atividade sistêmica e cíclica e cada uma das decisões tomadas pelo arquiteto interferem no todo, no projeto arquitetônico.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2508732 - HEITOR DE ANDRADE SILVA
Interna - 1149643 - GLEICE VIRGINIA MEDEIROS DE AZAMBUJA ELALI
Interna - 1298938 - MAISA FERNANDES DUTRA VELOSO
Externa à Instituição - LÍDIA QUIÈTO VIANA - UFBA
Externo à Instituição - DANIEL DE CARVALHO MOREIRA - UNICAMP
Externo à Instituição - VERA REGINA TÂNGARI - UFRJ
Notícia cadastrada em: 28/03/2024 18:35
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao