Banca de QUALIFICAÇÃO: ALEXANDRE AUGUSTO BEZERRA DA CUNHA CASTRO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ALEXANDRE AUGUSTO BEZERRA DA CUNHA CASTRO
DATA : 25/01/2024
HORA: 15:00
LOCAL: remoto
TÍTULO:

CONFIGURAÇÃO ESPACIAL E PLANEJAMENTO CICLOVIÁRIO NA CIDADE DE CAMPINA GRANDE, PARAÍBA, BRASIL


PALAVRAS-CHAVES:

Mobilidade Urbana, Pedalabilidade, Sintaxe do Espaço, 


PÁGINAS: 236
RESUMO:

Este trabalho discute sobre a efetividade dos projetos realizados e a serem implantados, no que diz respeito ao efeito potencializador de movimento, em relação à configuração espacial e outros aspectos configuracionais e morfológicos da pedalabilidade, a partir dos seguintes questionamentos: em que medida a configuração espacial molda os fluxos e deslocamentos por bicicleta em Campina Grande? Que aspectos configuracionais e morfológicos são mais recorrentes nas tomadas de decisão de rotas para ciclistas na cidade de Campina Grande?  As cicloestruturas estão construídas em espaços topologicamente acessíveis e onde há demanda de fluxo de ciclistas? Que locais deveriam ser contemplados com tais infraestruturas, levando em consideração a configuração espacial? Que recomendações técnicas adequariam as cicloestruturas atuais ao potencial de movimento da malha viária? Com base nessa problemática, o objetivo geral desta pesquisa é apontar congruências e incongruências entre propriedades morfológicas da configuração espacial dos casos estudados e a mobilidade por bicicleta, visando contribuir para auxiliar gestores públicos na tomada de decisão de projetos e políticas de ciclomobilidade, tendo como objetivos específicos: entender aspectos morfológicos subjacentes aos princípios de locomoção por bicicleta; identificar propriedades configuracionais do estudo de caso, em diferentes escalas e variáveis; verificar outras variáveis morfológicas e funcionais e como atuam, em consonância com a configuração espacial favorecendo a pedalabilidade; e relacionar o potencial de acessibilidade espacial com as diretrizes de planejamento cicloviário. Os procedimentos metodológicos foram divididos nas seguintes etapas: revisão de literatura narrativa; modelagem de mapas configuracionais, a partir da Análise Angular de Segmentos; Coleta de dados secundários sobre o uso da bicicleta em Campina Grande, de infraestrutura viária e cicloviária; coleta de dados socioeconômicos censitários; modelagem da topografia da cidade, a partir de imagens de satélite do Topodata; e análise espacial e estatística dos dados coletados. Os achados parciais desta pesquisa indicam que a configuração espacial permite explicar quase metade da variação da contagem de ciclistas nos segmentos analisados. A medida INCH, no raio global, foi melhor associada espacialmente às vias mais citadas como rota preferencial dos ciclistas, enquanto o raio de 1200m obteve a melhor correlação estatística (R² = 0,37). Uma regressão multivariada entre INCHr1200m e Declividade permitiu explicar 47% da contagem de ciclistas na cidade. A lógica de deslocamento dos ciclistas deve ser compreendida nas duas escalas simultaneamente, por possuírem dinâmicas globais e locais. As vias mais largas também aparecem como as mais usadas, o que contraria a literatura, mas por possuírem cicloestruturas. As ciclovias e ciclofaixas estão localizadas predominantemente em vias com alta acessibilidade, densidade e renda média e alta e fazem a conexão entre o centro e as zonas periféricas mais pobres, que possuem o perfil predominante do ciclista, mas carecem de continuidade e de tratamento nos cruzamentos, o que compromete a segurança viária. Recomendações técnicas foram sugeridas para contribuir para um melhor planejamento cicloviário da cidade, a partir do potencial de movimento gerado pela configuração espacial.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 350255 - EDJA BEZERRA FARIA TRIGUEIRO
Interna - 350489 - RUTH MARIA DA COSTA ATAIDE
Externa à Instituição - AIDA PAULA PONTES DE AQUINO
Externo à Instituição - MAURO NORMANDO MACÊDO BARROS FILHO - UFCG
Externo à Instituição - VALÉRIO AUGUSTO SOARES DE MEDEIROS - UnB
Notícia cadastrada em: 07/12/2023 17:47
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa02-producao.info.ufrn.br.sigaa02-producao