Banca de QUALIFICAÇÃO: EMANOELLA BELLA SARMENTO SALGUEIRO ELIZIÁRIO MATIAS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : EMANOELLA BELLA SARMENTO SALGUEIRO ELIZIÁRIO MATIAS
DATA : 22/05/2023
HORA: 14:30
LOCAL: Sala virtual [plataforma Meet]
TÍTULO:

ACESSIBILIDADE EMOCIONAL E PRESERVAÇÃO PATRIMONIAL: CONDIÇÕES PARA A VIVÊNCIA CULTURAL E AFETIVA NO CENTRO HISTÓRICO DE JOÃO PESSOA - PB


PALAVRAS-CHAVES:

Acessibilidade Emocional. Preservação Patrimonial. Espaços Públicos Livres Tombados. Uso e Apropriação. Construção Cultural e Afetiva.


PÁGINAS: 50
RESUMO:

A centralidade do sujeito no patrimônio ambiental urbano tem ampliado, cada vez mais, discussões contemporâneas sobre o uso e a apropriação desses espaços como fundamentais na manutenção e preservação patrimonial. Essenciais na dinâmica das áreas urbanas históricas o sujeito é investigado, nessa pesquisa, a partir dos seus afetos e da vivência cultural que desenvolve ao se relacionar com os espaços tombados que, por lei, devem também assegurar acessibilidade, visto que essa relação é um direito intrínseco ao sujeito e lhe deve ser legítima. Nessa pesquisa, atribui-se a condição do acesso também aos aspectos emocionais e afetivos que suscitam, no sujeito, uma melhor relação com o ambiente. Logo, o objeto de estudo é apresentado aqui como a relação entre acessibilidade emocional e a preservação de áreas de reconhecido valor patrimonial a partir da observação do uso e apropriação dos sujeitos no Espaço Público Livre Tombado (EPLT), sob a problemática central: Como operacionalizar ações de preservação do patrimônio ambiental urbano que considere a acessibilidade emocional enquanto elemento potencializador da vivência cultural e afetiva no uso e apropriação dos espaços públicos livres tombados? A partir dessa discussão essa pesquisa tem como objetivo geral contribuir na construção de procedimentos metodológicos para preservação do patrimônio ambiental urbano que considerem a acessibilidade emocional na vivência cultural e afetiva do sujeito a partir do uso e apropriação dos espaços públicos livres tombados no Centro Histórico de João Pessoa – PB e, como objetivos específicos: (i) aprofundar no contexto da acessibilidade emocional e preservação patrimonial conceitos contemporâneos capazes de relacionar essas áreas e de sustentar as discussões expressas nessa tese; (ii)  compreender quais as ações de inserção de acessibilidade e preservação patrimonial ocorridas no Centro Histórico de João Pessoa - PB; (iii) verificar a dinâmica das relações estabelecidas entre o sujeito e o patrimônio ambiental urbano; (iv) elaborar diretrizes para operacionalizar ações de preservação patrimonial que favoreçam a acesssibilidade emocional e, consequentemente possibilitem a vivência cultural e afetiva nos espaços públicos livres tombados. Como metodologia empregada, esse estudo divide-se em pesquisa bibliográfica e pesquisa empírica, adotando o estudo de caso como processo de investigação no Centro Histórico de João Pessoa - PB. As etapas metodológicas envolvem: (i) revisão bibliográfica; (ii) seleção de intervenções ocorridas no Centro Histórico de João Pessoa com apontamento dos sujeitos e ações realizadas; (iii) entrevistas semi-estruturadas com gestores dos órgãos patrimoniais; (iv) aplicação do instrumento de declaração de significância Cultural (patrimônio); (v) avaliação de percursos comentados e, (vi) construção das diretrizes a partir da análise dos dados coletados e evidenciados ao longo da pesquisa. Espera-se, com essa pesquisa, ampliar o processo de inclusão do sujeito no espaço tombado e desenvolver procedimentos metodológicos que enfoquem as relações culturais e afetivas experienciadas nesses ambiente, além da aplicação de métodos e técnicas que conciliem a vivência no patrimônio ambiental urbano e apontem caminhos sobre como beneficiar o uso e apropriação do sujeito, mesmo com as limitações advindas das áreas tombadas.


MEMBROS DA BANCA:
Interna - 1149643 - GLEICE VIRGINIA MEDEIROS DE AZAMBUJA ELALI
Presidente - ***.827.344-** - NATALIA MIRANDA VIEIRA DE ARAUJO - UFPE
Externa à Instituição - REGINA COHEN
Notícia cadastrada em: 11/05/2023 09:29
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa07-producao.info.ufrn.br.sigaa07-producao