Banca de QUALIFICAÇÃO: KARITANA MARIA DE SOUZA SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : KARITANA MARIA DE SOUZA SANTOS
DATA : 11/08/2021
HORA: 14:30
LOCAL: PPgau- modo remoto
TÍTULO:

O ADENSAMENTO URBANO DEMOGRÁFICO E CONSTRUTIVO NO PLANO DIRETOR DE NATAL E SUA RELAÇÃO COM A CAPACIDADE DE SUPORTE DA INFRAESTRUTURA DE ESGOTAMENTO SANITÁRIO.


PALAVRAS-CHAVES:

Densidade urbana; Infraestrutura; Capacidade de Suporte da Infraestrutura; Esgotamento Sanitário, sustentabilidade ambiental. Plano Diretor de Natal.


PÁGINAS: 112
RESUMO:

A presente pesquisa aborda o tema adensamento urbano buscando contribuir para o aperfeiçoamento de ferramentas de gestão e planejamento do território no município de Natal. Intensificar o adensamento como estratégia para a construção de cidades mais compactas é apresentado por Richard Rogers (1997), Rod Burgues e Mike Jenks (2004), como uma ação de sustentabilidade, principalmente quando associada as condições da mobilidade urbana e à diversificação de usos e classes sociais nos territórios urbanos. Contudo, o excessivo adensamento também pode implicar, por exemplo, no aumento de poluição, na redução de áreas verdes, na sensação de aglomeração, nos congestionamentos e na perda de qualidade de vida. Em muitas cidades brasileiras, com a precariedade da oferta de infraestrutura e as dificuldades relativas à gestão do solo urbano e ao monitoramento das redes de infraestrutura, propostas de intensificação de adensamento, incorrem frequentemente em problemas ambientais e sociais que podem tornar-se insustentáveis. Nesse contexto, o objeto de estudo da tese é a relação entre o controle de adensamento urbano (demográfico e construtivo) e a capacidade de suporte da infraestrutura de esgotamento sanitário, na cidade do Natal/RN. Tem como recorte temporal o período da vigência do atual Plano Diretor de Natal, a partir de 2007, e a abrangência do projeto de esgotamento sanitário constante no Plano Diretor de Esgotamento Sanitário da Região metropolitana de Natal que é de 2004 a 2024, com as atualizações até o ano de 2032. Questiona-se, assim, como os parâmetros urbanísticos de controle do adensamento urbano - populacional e construtivo – aplicados de forma associada ao monitoramento da infraestrutura de esgotamento sanitário instalada, contribuem para a sustentabilidade ambiental do município de Natal, preconizada no Plano Diretor? O objetivo geral da tese é compreender o adensamento urbano (demográfico e construtivo), associado ao monitoramento da capacidade de suporte de infraestrutura urbana de esgotamento sanitário de Natal, como uma ferramenta de gestão para sustentabilidade ambiental de Natal, eixo norteador do planejamento territorial no município de Natal, expresso no seu Plano Diretor.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 350489 - RUTH MARIA DA COSTA ATAIDE
Interno - 2432718 - ALEXSANDRO FERREIRA CARDOSO DA SILVA
Externo à Instituição - RICARDO DE SOUSA MORETTI - UFABC
Notícia cadastrada em: 22/07/2021 13:09
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao