Banca de DEFESA: RAFAELLA FONTELES CASTRO PINTO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : RAFAELLA FONTELES CASTRO PINTO
DATA : 26/06/2020
HORA: 14:30
LOCAL: Sala virtual de videoconferência WEB do RNP
TÍTULO:

VENTO, VELA E VAPOR... CAMINHOS DE TERRA E MAR: Estudo Valorativo da Paisagem de Interesse Cultural de Camocim/CE.

 


PALAVRAS-CHAVES:

Paisagem Cultural; Patrimônio Cultural; Valoração; Camocim/CE.


PÁGINAS: 320
RESUMO:

Esta pesquisa versa sobre os valores patrimoniais da paisagem de Camocim/CE, na foz do Rio Coreaú, sob a perspectiva da paisagem cultural. Em 2011, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) interrompeu o processo de chancela dessa paisagem como Paisagem Cultural Brasileira, por constatar que os botes bastardos, embarcações peculiares presentes em Camocim, não procediam desse local. Perante tal argumento, pautado em um único aspecto dessa paisagem, indaga-se sobre a possibilidade de seu reconhecimento segundo uma noção integral de paisagem cultural. Pretende-se verificar a existência de atributos patrimoniais relativos à paisagem de Camocim, mediante a aplicação de método valorativo adaptado do Instituto Andaluz do Patrimônio Histórico (IAPH), fundamentado na abordagem da Convenção Europeia da Paisagem (CEP). Nessa investigação de cunho qualitativo, adota-se um método descritivo, utilizando-se os procedimentos de revisão bibliográfica, pesquisa documental e leitura fenomenológica do lugar. A abordagem eleita parte da caracterização de paisagens regionais para a posterior seleção de paisagens locais representativas, singulares ou homogêneas, interrelacionando-se as dimensões excepcional e cotidiana do patrimônio. Dessa forma, recomenda-se a criação da Paisagem Cultural do Litoral Noroeste do Ceará (PCLNC) e da Paisagem Cultural do Ramal Ferroviário Camocim-Sobral (PC-RFC), relacionadas, respectivamente, à tradição pesqueira da costa de dunas cearense e à sociedade decorrente da ocupação da região noroeste por via férrea. Em seguida, distingue-se a Paisagem de Interesse Cultural de Camocim (PICC), que expressa de maneira singular os valores daquelas paisagens culturais, haja vista a grande incidência dos botes bastardos e o significativo patrimônio porto-ferroviário desse território. Ademais, sua configuração perceptivo-espacial e social denota aspectos culturais e identitários, tais como a pesca em canoas na enseada do Rio Coreaú e a relação afetiva entre moradores e lugares históricos da cidade. Considera-se, portanto, que a PICC merece ser reconhecida e preservada como um bem patrimonial, inclusive em âmbito nacional.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1345114 - JOSE CLEWTON DO NASCIMENTO
Interno - 1720813 - GEORGE ALEXANDRE FERREIRA DANTAS
Externo ao Programa - 7350306 - PAULO JOSE LISBOA NOBRE
Externo à Instituição - ROMEU DUARTE JÚNIOR - UFC
Notícia cadastrada em: 21/05/2020 11:28
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao