Banca de DEFESA: CLARA OVIDIO DE MEDEIROS RODRIGUES

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : CLARA OVIDIO DE MEDEIROS RODRIGUES
DATA : 20/05/2020
HORA: 09:00
LOCAL: sala virtual da Web RNP
TÍTULO:

O PROCESSO PROJETUAL COLABORATIVO PARA O ATENDIMENTO DE METAS DE DESEMPENHO AMBIENTAL DE EDIFÍCIOS NO CONTEXTO BRASILEIRO


PALAVRAS-CHAVES:

Processo projetual colaborativo; Tomada de decisões; Metas de Desempenho Ambiental; Abordagem sistêmica


PÁGINAS: 322
RESUMO:

A tese proposta apresenta uma discussão do processo projetual colaborativo de edifícios para atendimento de metas de desempenho ambiental e está inserida no contexto multidisciplinar, entre as áreas de projeto de arquitetura e tecnologia da construção com ênfase no desempenho ambiental. A obrigatoriedade de atendimento dessas metas vem se popularizando nos países que adotaram estratégias de redução de impacto ambiental, influenciando os processos projetuais de várias formas, sobretudo na organização dos processos colaborativos. As principais lacunas passam pela interação entre os membros da equipe de projeto. O projetista precisa incorporar no projeto as informações passadas pelo consultor durante as fases iniciais do projeto, quando o impacto no desempenho é maior, mas o consultor só consegue avaliar o projeto com informações detalhadas, normalmente, ao final do processo projetual. Além disso, não está claro como os fluxos dessas informações se adequam ao processo e como é feita a tomada de decisões pelos projetistas, diante dos diversos requisitos que lhe são impostos. Assim sendo, a questão de pesquisa é “Como o processo projetual pode ser conduzido de maneira a facilitar a colaboração entre projetistas e consultores e atender às metas de desempenho ambiental, sem prejuízo das demais variáveis que estão envolvidas nas decisões projetuais?” A hipótese é que o processo projetual que visa o atendimento de metas de desempenho ambiental deve buscar, desde as primeiras fases, uma colaboração mais intensa entre projetistas e consultores e a adoção de uma abordagem sistêmica para melhor embasamento da tomada de decisões. O objetivo dessa tese é identificar meios que facilitem a relação projetista-consultor em processos projetuais arquitetônicos colaborativos para atendimento de metas de desempenho ambiental. Os procedimentos metodológicos fazem uso de três abordagens complementares, a primeira foca na caracterização das formas de interação e diálogo entre consultor e projetista nos processos projetuais que visam atendimento de metas de desempenho ambientais no Brasil, sob o ponto de vista do consultor; a segunda é um experimento piloto de um estudo de caso controlado, com uso intensivo de ferramentas de simulação de desempenho ambiental e o terceiro é um estudo de caso concluído que se aproxima à prática projetual. Para a primeira abordagem analisou-se um questionário e para a duas últimas, utilizouse análise de conteúdo para identificar potenciais e limitações do processo, fluxos de informações, influência da organização da equipe no processo e como os fatores que influenciam na abordagem sistêmica estão presentes no processo, por meio da análise de documentos e entrevistas com os arquitetos e consultores da equipe. Os resultados demonstram que apesar do questionário ter apontado um uso recorrente de simulação nas consultorias, a abordagem qualitativa pode ser utilizada por profissionais experientes, por exemplo, por meio da consideração das diretrizes bioclimáticas no início do processo, como ocorreu no estudo de caso. Também foi possível perceber que a charrete, proposta como método de projeto para o estudo de caso, auxiliou o desenvolvimento da abordagem sistêmica, a qual foi compreendida como fundamental para o atendimento das metas de desempenho desde as primeiras fases do processo projetual. Concluise quanto maior a colaboração entre a equipe, menor a necessidade de uso de simulação computacional em processos convencionais e que a visão da totalidade é essencial para a redução de barreiras e aumento das potencialidades desse tipo de processo. Dessa forma, a contribuição dessa tese se dá na compreensão da prática projetual do processo projetual colaborativo de abordagem sistêmica como um caminho adequado para o atendimento de metas de desempenho ambiental, desde as primeiras fases do projeto.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1454154 - ALDOMAR PEDRINI
Externa à Instituição - CLÁUDIA NAVES DAVID AMORIM - UnB
Interno - 2508732 - HEITOR DE ANDRADE SILVA
Presidente - 1298938 - MAISA FERNANDES DUTRA VELOSO
Externo à Instituição - PAULO AFONSO RHEINGANTZ - UFRJ
Externa ao Programa - 1804939 - SOLANGE VIRGINIA GALARCA GOULART
Notícia cadastrada em: 15/04/2020 16:15
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa13-producao.info.ufrn.br.sigaa13-producao