Banca de QUALIFICAÇÃO: CAMILA BEZERRA NOBRE DE MEDEIROS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : CAMILA BEZERRA NOBRE DE MEDEIROS
DATA : 17/12/2019
HORA: 08:00
LOCAL: Miniauditório PPGAU UFRN
TÍTULO:

Cidade e campo em conflito: agricultura e a produção do espaço no entorno da Avenida Moema Tinoco.


PALAVRAS-CHAVES:

Relação campo-cidade. Urbanização. Espaços de ruralidade. Vida cotidiana. A palavra do Habitante.


PÁGINAS: 53
RESUMO:

O presente projeto de pesquisa se estrutura em torno da temática da relação campo-cidade e de como a urbanização tem contribuído para a transformação de espaços de ruralidade, especialmente nos limites das cidades. No caso de Natal, o espaço no entorno da Avenida Moema Tinoco da Cunha Lima, vem sofrendo transformações nesse sentido, com impactos na vida cotidiana de seus moradores, em decorrência do projeto de duplicação de trecho da via, bem como de outros projetos e programas. Assim, comunidades voltadas à agricultura que se encontram nos limites da via se encontram ameaçadas pelas transformações desencadeadas por esse projeto, bem como por outras determinações normativas, como a de que o município de Natal é completamente urbanizado. Diante disso, questiona-se: quais as possibilidades de permanência dos espaços de ruralidade no entorno da Avenida Moema Tinoco? Assume-se, como hipótese que as possibilidades de permanência dos espaços de ruralidade no entorno da Avenida Moema Tinoco dependem do reconhecimento de sua territorialidade enquanto direito dos cidadãos do campo em espaços de ruralidade na cidade. O objeto da tese é a relação entre o processo de urbanização e a dimensão do espaço vivido em áreas agrícolas limítrofes à cidade e seu campo empírico é o entorno da Avenida Moema Tinoco. O objetivo geral da pesquisa é o de evidenciar possibilidades de continuidade de espaços de vida e produção rural em um município sob o domínio do urbano. Como objetivos específicos, figuram: 1) Reconhecer o lugar do campo no entorno da Avenida Moema Tinoco, a partir dos espaços de vida e trabalho vinculados à ruralidade; 2) Identificar possibilidades de resistência de espaços do campo ao longo da avenida a partir da ótica de seus moradores; 3) Compreender como se manifesta a lógica do espaço concebido nas áreas com a produção agrária no entorno da Avenida Moema Tinoco. A metodologia adotada se baseia no método regressivo-progressivo discutido por Henri Lefebvre (1978,1999) em conjunto com o conceito da tríade espacial (percebido-concebido-vivido) definido pelo mesmo autor (2013). Assim, os procedimentos incluem realização de entrevistas com os agentes envolvidos na produção do espaço estudado - utilizando, para os agricultores, o método da palavra do habitante (HAUMONT, 2001; RAYMOND, 2001; LEFEBVRE, 1978) - realização de percursos e a revisão bibliográfica acerca dos temas campo-cidade e vida cotidiana. Espera-se que o trabalho possa contribuir para reflexão sobre a necessidade de aproximação entre o espaço vivido e o concebido, ou seja, da sua dimensão real e planejada, além de evidenciar a importância da permanência da espaços de ruralidade no entorno das cidades.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 347575 - AMADJA HENRIQUE BORGES
Externa à Instituição - DORALICE SÁTYRO MAIA - UFPB
Interno - 1345114 - JOSE CLEWTON DO NASCIMENTO
Externa à Instituição - LIVIA IZABEL BEZERRA DE MIRANDA - UFCG
Interna - 350489 - RUTH MARIA DA COSTA ATAIDE
Notícia cadastrada em: 04/12/2019 09:08
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa06-producao.info.ufrn.br.sigaa06-producao