Banca de DEFESA: ANA LUIZA SILVA FREIRE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : ANA LUIZA SILVA FREIRE
DATA : 30/07/2018
HORA: 09:00
LOCAL: Sala de Aula do PPGAU/UFRN
TÍTULO:

Junkspace: palavra, imagem e experiência na cidade contemporânea


PALAVRAS-CHAVES:

Junkspace; Rem Koolhaas; Hipermodernidade; Imagem; Metodologia; Crítica contemporânea.


PÁGINAS: 236
RESUMO:

O ensaio Junkspace (2001), de autoria de Rem Koolhaas, traz à mente de quem o lê uma paisagem contemporânea genérica, preenchida de mensagens subliminares e ideológicas, diluídas em uma amálgama caótica a qual é ordenada aparentemente através da ubiquidade da globalização. O texto, circular em sua estrutura, procura descrever através de operações alegóricas de retórica os espaços que, em suas formas, expressam o processo de modernização contemporâneo. É com base nessas constatações que torna-se possível utilizar Junkspace como uma lente de leitura e compreensão do fenômeno urbano, através da qual pode-se vislumbrar as lógicas da atualidade inscritas na formas espaciais de nossas cidades. Tem-se, portanto, o objeto de estudo desta dissertação: Junkspace como conceito e linguagem e a compreensão do fenômeno urbano, suas questões e lógicas, atualmente. Em consequência, parte-se do uso do ensaio supracitado como fonte primária de pesquisa, configurando um caráter teórico-metodológico para este trabalho: por um lado, procuramos indagar as possibilidades de questionar, sob a luz de um debate cultural urbano, a cidade contemporânea através de chaves de leitura encontradas em Junkspace e, por outro, de ancorar, a partir da discussão engendrada pelo ensaio e de sua relação com os marcos teóricos selecionados para a construção do debate, uma visão que identifique e problematize a produção espacial Junk. Portanto, o objetivo geral deste trabalho é compreender Junkspace sob o prisma de uma discussão teórica e prática acerca das cidades contemporâneas, com vistas a contribuir ao debate acadêmico sobre a lógica espacial vigente ao apagar das luzes do século XX e nas primeiras duas décadas do século XXI. Para alcançar esse objetivo, foi construída uma crítica que elucida conflitos e paralelos existentes no fenômeno urbano contemporâneo a partir de Junkspace, fundamentada em autores como Walter Benjamin, Fredric Jameson, Hal Foster, Susan Buck-Morss, Gilles Lipovetsky e Vladimir Safatle, entre outros. Além disso, foram realizadas explorações de método de apreensão de Junkspace no meio urbano, pela elaboração de oficinas e por um exercício de percepção sobre dimensão factual das cidades contemporâneas. Ao final, este trabalho pretende contribuir ao campo teórico da arquitetura e do urbanismo, bem como oferecer outras maneiras de discussão e apreensão da questão urbana atual.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ADRIANA MATTOS DE CAÚLA E SILVA - UFF
Interno - 2432718 - ALEXSANDRO FERREIRA CARDOSO DA SILVA
Presidente - 1720813 - GEORGE ALEXANDRE FERREIRA DANTAS
Interno - 1345114 - JOSE CLEWTON DO NASCIMENTO
Notícia cadastrada em: 04/07/2018 17:20
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa04-producao.info.ufrn.br.sigaa04-producao