Banca de DEFESA: MARIANA LIMA OLIVEIRA MONTENEGRO



Uma banca de DEFESA DE MESTRADO foi cadastrada pelo programa.

DISCENTE: MARIANA LIMA OLIVEIRA MONTENEGRO
DATA: 24/05/2016
HORA: 13:00
LOCAL: Miniauditório do PPGAU/UFRN (videoconferência)
TÍTULO:

ANÁLISE DE DESEMPENHO DAS SAÍDAS DE EMERGÊNCIA POR MEIO DE SIMULAÇÕES COMPUTACIONAIS -
O caso de projetos de edifícios universitários.


RESUMO:

Os parâmetros de segurança contra incêndio no Brasil são guiados por uma normalização prescritiva na qual os arquitetos baseiam seus projetos, visando o cumprimento da mesma para posterior aprovação dos órgãos fiscalizadores. Esses profissionais, muitas vezes, deixam de considerar as particularidades de cada edificação e de verificar se os requisitos normativos são, de fato, eficazes para prevenir e proteger o edifício e seus usuários contra uma situação de incêndio. A legislação necessita estar em constante revisão e atualização. Em vista à essa afirmação, o objetivo principal deste trabalho é identificar e analisar possíveis lacunas nas prescrições normativas sobre evacuação de incêndio por meio de edificações universitárias, visando contribuir para projetos mais eficazes. A questão problema a ser respondida ao final da pesquisa é se existem divergências e confluências de soluções entre as normas prescritivas sobre evacuação de emergência utilizadas no Rio Grande do Norte, quando comparadas aos resultados obtidos por meio de simulações computacionais. Para tanto, realizou-se, inicialmente, uma coleta de informações a partir de pesquisas bibliográficas e documentais a respeito do tema, do qual conceitos e informações pertinentes foram explicitados. Posteriormente, com base em critérios estabelecidos, foram realizadas simulações computacionais para avaliar o desempenho das saídas de emergência nas edificações adaptadas às prescrições. Essas simulações foram executadas por meio de dois softwares: o PATHFINDER® (2014), relacionado ao tempo de escape e à movimentação das pessoas durante a fuga; e o DEPTHMAP® (2004), de acordo com a Teoria da Sintaxe Espacial (SE), que diz respeito ao estudo da configuração espacial e da sua relação com o movimento dos usuários e o posicionamento das saídas de emergência nas edificações. Com os resultados das análises, ao final do desenvolvimento do trabalho, foi possível constatar a presença das divergências e confluências citadas na questão de pesquisa; discutir o proposto pelas prescrições normativas vigentes, dar indicações de melhoria às mesmas, assim como destacar seus pontos eficazes; e constatar a utilidade dos programas computacionais escolhidos. Espera-se que o trabalho realizado contribua com pesquisas futuras que tratem dos temas abordados ou que visem aprofundar o estudo aqui iniciado.


PALAVRAS-CHAVE:

segurança contra incêndio, saídas de emergência, normatização, projeto arquitetônico, simulação computacional.


PÁGINAS: 175
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Arquitetura e Urbanismo

MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1694892 - EDNA MOURA PINTO
Interno - 350255 - EDJA BEZERRA FARIA TRIGUEIRO
Interno - 1804939 - SOLANGE VIRGINIA GALARCA GOULART
Externo à Instituição - ROSARIA ONO - USP
Notícia cadastrada em: 18/05/2016 15:59
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa01-producao.info.ufrn.br.sigaa01-producao