Banca de QUALIFICAÇÃO: CLARA OVIDIO DE MEDEIROS RODRIGUES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CLARA OVIDIO DE MEDEIROS RODRIGUES
DATA: 20/08/2014
HORA: 09:00
LOCAL: Mini auditório do PPGAU/UFRN
TÍTULO:

TÍTULO ; INTEGRAÇÃO DA SIMULAÇÃO TERMO-ENERGÉTICA COM O PROCESSO DE PROJETO: A análise de 6 casos.


PALAVRAS-CHAVES:

Palavras-chave: Simulação; desempenho termo-energética; fases projetuais.


PÁGINAS: 120
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Arquitetura e Urbanismo
RESUMO:
A simulação termo-energética pode ser utilizada como uma maneira de predizer o desempenho termo-energético de uma edificação. Quando aplicada nas primeiras fases do processo projetual, ela consegue apontar o desempenho de diversas alternativas de projeto, auxiliando a escolha do projetista e facilitando atender a metas de desempenho. O principal objetivo foi avaliar a aplicação de simulação do desempenho energético da edificação desde as primeiras etapas do processo projetual para contribuir para esse processo de integração. Para tanto, foi selecionado 6 casos, edifícios em fase de projeto e projeto de retrofit. Esses casos foram utilizados não apenas para embasar as escolhas projetuais desde o início do projeto, mas para sistematizar os passos que deveriam ser seguidos para análises de projeto nessas fases preliminares. Em seguida, foram realizadas análises da integração da simulação com o processo de projeto, a fim de verificar sua contribuição. Os resultados deram subsídios para as escolhas dos projetistas e auxiliaram na quantificação das metas de desempenho que o projeto deveria atingir. Sobre a integração, verificou-se que a simulação contribuiu, principalmente, nas fases de estudo preliminar e detalhamento do projeto; enquanto a fase de pré-projeto pode ser atendida com o uso das estratégias bioclimáticas. Foi possível verificar que, em geral, duas variáveis são suficientes para melhorar o desempenho da edificação e que elas convergem para as estratégias bioclimáticas do local. Assim, a análise do desempenho termo-energético da edificação desde as primeiras etapas de projeto mostrou-se viável, exceto quando o tempo de projetação é exíguo. A integração apresentou-se como ferramenta de projetação, já que quanto mais inicial a fase projetual, mais fácil de compatibilizar as alternativas de melhoria. Além disso, quando se trabalha com o arquiteto, a simulação pode ser utilizada no sentido de provar e convencer; com o projetista de retrofit, no sentido de quantificar a economia e comprovar o retorno financeiro; e para o projetista simulador, para confirmar o resultado esperado e compor relatório. 

 

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1454154 - ALDOMAR PEDRINI
Interno - 3549781 - BIANCA CARLA DANTAS DE ARAUJO
Externo à Instituição - LUCIANO DUTRA - UNISUL/SC
Externo à Instituição - RAONI VENANCIO DOS SANTOS LIMA - UFCG
Notícia cadastrada em: 28/07/2014 13:16
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa12-producao.info.ufrn.br.sigaa12-producao