Banca de QUALIFICAÇÃO: LUCIANO CESAR BEZERRA BARBOSA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUCIANO CESAR BEZERRA BARBOSA
DATA: 18/06/2016
HORA: 09:00
LOCAL: Miniauditório do PPGAU/UFRN
TÍTULO:

COMPETIÇÃO E ÍCONES URBANOS: ARQUITETURA NA CIDADE DO SOL E MAR.


PALAVRAS-CHAVES:

Planejamento Estratégico; marketing urbano; Arquitetura de grife; desenvolvimento urbano contemporâneo; Natal.


PÁGINAS: 230
GRANDE ÁREA: Ciências Sociais Aplicadas
ÁREA: Arquitetura e Urbanismo
RESUMO:

Natal tem passado por importantes transformações nos últimos 150 anos, desde as ações de embelezamento da cidade, ainda no século XIX, até os dias de hoje, quando essas transformações passam a ter como objetivo inserir a cidade na competição interurbana pela atração dos fluxos de capital e consumo, nacional e do estrangeiro. O período de maior interesse desta pesquisa é aquele que se inicia nos anos 1980, com o incremento do turismo em Natal, até os dias atuais. Na década de 1990, houve um expressivo aumento das atividades turísticas em Natal e Região Metropolitana (RMN), notadamente no litoral oriental do estado do Rio Grande do Norte (RN), levando a uma expansão do mercado de trabalho, ao aumento significativo dos investimentos estrangeiros, a mudanças territoriais de grande impacto e à produção de edificações voltadas principalmente para o ramo hoteleiro e de segunda residência para os turistas europeus. Desde então, os incentivos à atividade turística no estado do RN têm se mantido e até aumentado, com base no turismo voltado às belezas naturais, gastronomia local e eventos, o que transformou a atividade turística na principal fonte de divisas para o município de Natal. No início do século XXI, já está estabelecida na cidade a construção de condomínios verticais, monumentos (inclusive aqueles de grife), como o Parque da Cidade, projetado por Oscar Niemeyer, shopping centers e, para receber a Copa do Mundo, o novo estádio de futebol, a Arena das Dunas, dentre outros, voltados para o consumidor local e para o consumidor estrangeiro, notadamente o europeu. Entende-se que essas diversas novas edificações, monumentos e também as renovações e restaurações, implantados na cidade de Natal, buscam a construção de uma nova identidade para a cidade, dentro do processo de desenvolvimento capitalista e de espetacularização urbana. Considera-se que os monumentos e as edificações são atributos apresentados pelas cidades com vistas à venda das localidades como mercadorias, estabelecendo uma nova questão urbana, um novo protagonismo das cidades, que buscam maior autonomia em relação ao Estado-nação. Nesta pesquisa, buscou-se analisar o objeto arquitetônico, ou seja, as edificações e os monumentos construídos ou restaurados em Natal, a partir da década de 1960, e sua relevância para o city marketing aplicado à cidade, objetivando verificar se estas edificações e monumentos, de fato, estão inseridos na produção arquitetônica contemporânea como base para o incremento da competitividade urbana da cidade.


MEMBROS DA BANCA:
Externo ao Programa - 2006088 - FERNANDO MANUEL ROCHA DA CRUZ
Presidente - 347896 - FRANCOISE DOMINIQUE VALERY
Interno - 1720813 - GEORGE ALEXANDRE FERREIRA DANTAS
Externo à Instituição - REGINA DULCE BARBOSA LINS - UFAL
Notícia cadastrada em: 15/05/2014 16:34
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - (84) 3342 2210 | Copyright © 2006-2024 - UFRN - sigaa05-producao.info.ufrn.br.sigaa05-producao