Banca de QUALIFICAÇÃO: YVINNA TAMIRIS RODRIGUES

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE : YVINNA TAMIRIS RODRIGUES
DATA : 27/02/2019
HORA: 13:30
LOCAL: FACISA
TÍTULO:

EFEITO DO TREINAMENTO SENSÓRIO MOTOR COM INFORMAÇÃO SENSORIAL ADICIONAL NA FUNCIONALIDADE DE MULHERES COM OSTEOARTRITE DE JOELHO: ENSAIO CLÍNICO RANDOMIZADO CEGO.

 


PALAVRAS-CHAVES:

1- Osteoartrite.2- Atividade Motora. 3- Retroalimentação sensorial.


PÁGINAS: 41
RESUMO:

Introdução: A osteorartrite (OA) é uma doença crônica, degenerativa e multifatorial que acomete toda estrutura articular e está intimamente ligada ao envelhecimento atingindo principalmente a articulação do joelho. As limitações funcionais apresentadas pelos sujeitos com OA de joelho têm sido relacionadas à fraqueza do músculo quadríceps associada a alterações proprioceptivas. Porém, poucas pesquisas consideram melhorar a acuidade proprioceptiva e a resposta muscular antecipatória dessa população. Tendo em vista o envelhecimento populacional e considerando a limitação progressiva da doença, gerando altos custos tanto para o governo quanto para os pacientes, é relevante estudar formas de tratamento que mantenham a funcionalidades dessa população. Objetivo: Investigar o efeito da informação sensorial adicional a um programa de treinamento sensório motor, sobre a funcionalidade de mulheres com OA de joelho. Metodologia: Trata- se de um ensaio clínico randomizado, realizado com mulheres diagnosticadas com OA joelho. As voluntárias serão randomizadas em três grupos de intervenção: G1 – Grupo controle; G2 - Grupo treinamento sensório motor e G3 - Grupo treinamento sensório motor mais informação sensorial adicional, sendo avaliadas pré e pós os protocolos de intervenção. Serão avaliadas quanto a dor (EVA), força (Dinamômetro portátil), equilíbrio (Escala de equilíbrio de Berg), função (WOMAC), capacidade funcional (TC6 e TUG test) e qualidade de vida (WHOQOL-OLD). A análise estatística será feita a descrição da amostra, seguida da verificação da normalidade pelo teste de Shapiro Wilk. Para estudar a diferença no grupo, pré e pós avaliação, será utilizado o Teste t para amostra emparelhadas sempre que se verificar o pressuposto da normalidade, caso contrário, o teste não paramétrico alternativo Wilcoxon.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2275864 - CAIO ALANO DE ALMEIDA LINS
Interno - 2646619 - RODRIGO PEGADO DE ABREU FREITAS
Externo ao Programa - 3964489 - CLECIO GABRIEL DE SOUZA
Notícia cadastrada em: 05/02/2019 08:07
SIGAA | Superintendência de Informática - (84) 3215-3148 | Copyright © 2006-2019 - UFRN - sigaa14-producao.info.ufrn.br.sigaa14-producao